Esse é para casar: descubra se seu namorado tem vocação para marido

Saiba se seu namorado tem chances de virar seu marido com nossas 6 dicas

Seis atitudes que vão ajudá-la a decidir se seu namorado tem vocação para amor da vida
Foto: Gety Images

Você conheceu um cara incrível e o relacionamento está sério o suficiente para pensar em casamento. Mas será que ele é mesmo o homem da sua Vida? Não deixe para tomar essa decisão quando estiver com aliança no dedo ou, pior, ao pé do altar. Veja 6 pontos essenciais que você deve analisar antes de dizer sim

1. Não ignore o passado dele
Existe um capítulo na história do seu príncipe em que ele parecia ser outra pessoa? Reflita se consegue sobreviver a um vale-a-pena-ver-de-novo. Claro que ele pode se aprimorar e aprender com os erros, mas algumas atitudes são tão intrínsecas que dificilmente desaparecem. Examine se as atitudes que você desaprova aconteceram em um período específico da vida dele ou se fazem parte de sua personalidade. Por exemplo: se ele vivia na balada porque morava com festeiros, provavelmente foi apenas uma fase. Mas, se o motivo para ele cair na gandaia era porque estava estressado, pode ser que o hábito esteja ligado a quem ele é.

2. Lembre-se do essencial
Seu namorado sabe pedir um bom vinho, fala três línguas, é popular e se veste como um modelo. Tudo isso é incrível, desde que ele também tenha os outros adjetivos que importam em um relacionamento. Ah, e na hora de analisar as qualidades do gato também leve em consideração o lado negativo delas. Por exemplo, você pode amar o fato de ele ter uma carreira bem-sucedida, mas, se o moço precisa viajar muito a trabalho, será que o sucesso profissional vai compensar a falta que faz na sua rotina?

3. Aceite-o como ele é hoje
Seu amor está fazendo MBA e pretende se tornar o presidente da empresa onde trabalha. O futuro é promissor, mas e se o único resultado de tanto estudo forem boletos da universidade? Pois é. Case-se com o homem que ele é hoje, não com o que espera que ele se torne. E, se a busca pelo anel estiver sendo motivada pela preocupação com a conta bancária, corte-a desde já. Se você acredita que dinheiro traz felicidade, pense na quantidade de casais ricos e infelizes que existem por aí…

4. Observe a família dele
Ao casar com seu amor, você levará a família dele de brinde. Sim, ela será seu presente de casamento mais permanente. E vale se lembrar de que essas pessoas não vão estar apenas na igreja, mas também no hospital quando seus filhos nascerem, nos feriados e, muito provavelmente, no sofá da sua sala para longas visitas.  Além disso, vocês precisam estar de acordo sobre quanto permitirão que as famílias participem da sua vida. Mesmo que os pais ou irmãos do gato sejam realmente incríveis, ele deve ficar do seu lado e respeitar sua decisão antes de tudo, e não perguntar a opinião da mãe quando seu caçula estiver gripado, não é mesmo?

5. Se não rolar química, dispense
Ele pode ser lindo, simpático, inteligente, bem-sucedido… Mas, se você não tem vontade de arrancar as roupas dele de vez em quando, desista. Não precisa ser aquela coisa selvagem, mas tem que ter faísca – a não ser que você não se importe em viver um casamento assexuado. Sexo maravilhoso não faz os problemas irem embora, mas com certeza ajuda a atravessar momentos difíceis.

6. Postergue os prazos estabelecidos
Por mais que tente negar, a maioria das mulheres estabelece uma idade ideal para dizer o “sim” – e, conforme ela se aproxima, aumentam os riscos de casar com o homem errado por pura pressão. Para saber se esse é o seu caso, pergunte a si mesma se ficaria com o gato se o tivesse conhecido anos antes. Resposta negativa? Reconheça que seu desejo de entrar na igreja pode ser apenas pavor de ficar sozinha ou de não ter filhos. Acredite: se realmente quiser ser mãe, isso vai acontecer de um jeito ou de outro, ainda que fora do script. Casar com alguém que você não ama loucamente não é o melhor atalho.