Estudo revela frequência sexual média para cada idade

O grupo com a maior média pratica sexo cerca de 112 vezes ao ano!

Você já cogitou que a frequência sexual das pessoas pode variar de acordo com a idade? Pois saiba que um recente estudo confirmou que isso realmente é possível. O Instituto Kinsey para Pesquisas em Sexo, Gênero e Reprodução, da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, revelou dados sobre a quantidade média de relações sexuais em cada fase da vida.

A pesquisa foi feita com base em questionários respondidos por 1170 americanos. Eles tinham questões sobre periodicidade, desejo e satisfação no sexo.

O estudo aponta que a frequência sexual depende de diversos fatores, incluindo estilo de vida, estado civil, saúde e libido. Além disso, ele indica que, de maneira geral, a regularidade tende a cair ao longo dos anos, chegando a variar entre uma vez por semana e uma vez por mês.

Veja mais: Você faz sexo com todos os sentidos?

Resultado

De acordo com a pesquisa, as pessoas que têm entre 18 e 29 anos são as que mais transam! Elas praticam sexo, em média, 112 vezes ao ano, praticamente três vezes por semana.

Na faixa entre 30 e 39 anos, o número cai para 86 vezes ao ano, cerca de uma a duas vezes na semana.

Enquanto isso, quem está no grupo dos 40 aos 49 anos faz sexo por volta de 69 vezes ao ano, pouco mais de uma vez por semana.

Veja mais: Como é ter um orgasmo? 12 mulheres descrevem tudo o que sentem

Conclusão

No entanto, os resultados não apontam que a vontade de fazer sexo diminui conforme a idade avança. Para os especialistas, eles mostram como o estresse diário, as obrigações familiares e as dificuldades físicas e mentais são capazes de interferir nos relacionamentos.

“Esses resultados são importantes porque nos mostram que, se queremos realmente entender a sexualidade relacionada a adultos mais velhos, precisamos estudar mais que apenas a biologia. Precisamos considerar também alguns fatores, como sentir-se mais velho e estereótipos negativos relacionados à idade”, explica o pesquisador Justin Lehmiller no site do instituto Kinsey.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s