Meu marido alucina com a massagem tailandesa

Me esfregar nele sem encostar as mãos foi mais que demais. Aprenda e pratique!

A tradição oriental diz que a massagem 
é uma declaração de amor para o marido
Foto: arquivo pessoal

Confira o passo a passo da massagem tailandesa

Para o aniversário de dois anos de casados, resolvi fazer uma surpresa para o meu marido. Nos conhecemos há dez anos, então, tenho de ter imaginação pra variar o repertório, sabe? Pois decidi fazer um curso de massagem tailandesa. A regra básica é usar apenas o corpo para massagear o parceiro. Nada de colocar as mãos!

Reservei uma suíte temática em um motel bem bacana pra colocar as lições em prática. O Bruno não tinha ideia do que o esperava! Eu disse apenas que faria uma surpresa e o liberei para o futebol.

Quando meu amor voltou, eu já o esperava de vestido longo vermelho. Na bolsa, tinha champanhe, óleos comestíveis, velas, incenso e uma venda. Você já vai entender pra que tudo isso… Indiquei o caminho até chegarmos ao nosso destino: uma suíte com clima oriental. Tudo a ver com o que eu faria logo mais!

Nem deu tempo de terminar…

Pra que eu pudesse preparar o cenário, mandei o Bruno pra banheira de ofurô. Então, distribuí as velas e os incensos e vesti uma lingerie preta de arrasar.

Aí, chamei o Bruno e coloquei a venda nos olhos dele. Eu queria despertar o tato e a audição do meu amor. Que tal sussurrar algumas palavras românticas ou picantes nos ouvidos dele enquanto rolasse a massagem? Então, pedi para o Bruno deitar de costas.

Passei óleo comestível nos nossos corpos. Aí, comecei a massageá- lo com seios, coxas, sexo e cabelos. A tradição oriental diz que a massagem é uma declaração de amor para o marido. Mas é claro que a mulher ganha também.

Depois, ele deveria se virar de frente para as carícias continuarem. Bom, nós dois não conseguimos terminar… Acho que acertei no presente, não é?