Mexer no e-mail escondido pode por fim na relação

Veja por que não vale a pena invadir o e-mail do seu namorado

Vale a pena mesmo invadir o e-mail do namorado?
Foto: Getty Images

É garantido: se você invadir o e-mail (e o Facebook, o Twitter…) do seu namorado, vai sempre encontrar algo para se incomodar. No pior caso, um indício de traição. No melhor, um bom motivo para se roer de culpa.  Não importa se a traição existe mesmo ou se é só coisa da sua cabeça. Em qualquer caso você vai sofrer… Veja por que não vale a pena ser uma espiã virtual:
    
Se você achar: Nada – Nem nas entrelinhas ele deixa escapar um charminho para o lado de uma amiga. Ao contrário: só fala quanto você é incrível.
Vai sentir: Culpa – Ele não fez nada, mas você, sim.  Agora vai ter de lidar com um dilema: conta e enfrenta uma briga feia ou convive quieta com a culpa?

Se você achar: Algo levemente suspeito – A mensagem de uma amiga começa com “querido”, termina com “beijokinha” e o assunto é “saudade d+”. Será que está rolando?
Vai sentir: Ansiedade – Você ainda não tem provas para poder tocar no assunto. Cheia de dúvidas, vai querer espiar mais. Mesmo que não esteja acontecendo nada, o namoro será prejudicado pelo seu estado de tensão.

Se você achar: Algo altamente suspeito – Você descobre longas conversas pessoais pelo MSN com uma colega de trabalho. Ela reclama dos caras com quem já saiu. Ele a consola dizendo que ela é linda e gente boa…
Vai sentir: Desespero – Você vai conseguir evitar uma explosão? Se ele tiver culpa no cartório, vai ter tempo de esconder as evidências e virar o jogo. Se for inocente, vai ficar muito triste com a sua atitude.

Se você achar: Bomba – Juras de amor, mensagens picantes, relatos de encontros às escondidas. Até sua priminha de 7 anos entenderia que ele tem outra.
Vai sentir: Ódio – Você vai poder esfregar todas as provas na cara dele, é verdade. Mas ele terá um bom motivo (a invasão de privacidade) para brigar também. E os detalhes que você vai ler e reler vão torturar o seu coração.

Mais um motivo
Quem lê e-mails dos outros às escondidas não está só invadindo a privacidade de alguém. Está também infringindo uma lei. Assim como grampear telefone ou abrir a correspondência alheia, vasculhar e-mails é crime e tem pena de dois a quatro anos de prisão. Segundo o advogado Rony Vainzof, especialista em direito na internet, a parte prejudicada pode ainda pedir indenização por danos morais. Tem mais: passar-se por alguém no MSN é crime de falsa identidade, com pena entre três meses e um ano. Mas não é ilegal (do ponto de vista jurídico) que aquela periguete chame o seu namorado de “gatinho” no Facebook…