O que é negging e como não cair nessa cilada

O cara elogia ofendendo? Desmerece o que você fala e o que você faz desde o primeiro encontro? Saia dessa o quanto antes!

Um desabafo feito por Fernanda (que pediu para não ter o sobrenome publicado) em um grupo no Facebook levantou uma discussão sobre o comportamento de alguns homens. “Saímos três vezes e em todas ele me criticou de leve por umas bobagens, tipo a cor dos meus cabelos ou o jeito que eu dou risada. Mas hoje foi demais: ele disse que só continua saindo comigo porque nota que me ‘esforço’ para estar bonita para ele. Estou em dúvida se dou um perdido sem explicar nada ou se falo que ele tem sido extremamente babaca e por isso não quero mais vê-lo”, contou.

As opiniões quanto à atitude dela se dividiram, mas vários casos semelhantes vieram à tona. Alguns deles:

Saí com um colega de trabalho que teve a manha de falar, no primeiro encontro, que eu estava longe de ser a mulher mais bonita com quem ele já havia saído.”

“Conheci um cara na balada e depois, quando fomos tomar um chope e bater papo, ele disse que eu poderia ser modelo se fosse mais magra. Detalhe: eu SOU modelo kkkkkk.”

“O sujeito me levou a uma churrascaria e falou para eu focar no buffet de saladas, para não sair da dieta. Valeu a tentativa de me chamar de gorda, estou cagando para o que ele pensa. Nunca mais!”

Até que alguém se manifestou para esclarecer: “Gente, isso é negging. É tática de sedução, juro! Eles fazem isso de caso pensado.”

E o que é negging exatamente?

Negging é considerado, por quem pratica, uma estratégia de sedução. No material de um workshop sobre o assunto ao qual o MdeMulher teve acesso, é explicado que “negs” ou “desqualificadores” são táticas que devem ser usadas “com mulheres arrogantes, por saberem que são muito bonitas ou superiores intelectualmente ou financeiramente aos homens que as abordam”.

Segundo a lógica de negging, essas mulheres “estão acostumadas a serem bajuladas e precisam de um desafio de um homem que não dê valor ao que elas acham que têm de melhor”. Dessa forma, haveria uma “troca na posição de poder”.

Os homens que seguem essa ideologia são chamados, no material do workshop, de “Alphas” (em referência aos machos-alfa do reino animal). A promessa é que eles serão vistos como “confiantes, poderosos, desapegados, ousados e sinceros”. Pela forma como as mulheres comentaram sobre suas experiências, parece que nem sempre dá certo, né?

Adeptos de negging se fazem de superiores às mulheres, especialmente se elas forem muito bonitas, inteligentes ou financeiramente independentes

Adeptos de negging se fazem de superiores às mulheres, especialmente se elas forem muito bonitas, inteligentes ou financeiramente independentes (OlsenMatt/Thinkstock)

Como saber se estou sendo vítima de negging?

Além dessa postura de “sou superior a você”, os adeptos de negging decoram frases para usar nos encontros ou em mensagens via Whatsapp. Desconfie que está nessa cilada se o cara tiver um comportamento meio arrogante e falar ou escrever coisas como:

– Acho que eu não te reconheceria se te visse sem maquiagem.

– Você fala bastante, onde é o botão de OFF? (como se estivesse brincando)

– Acho que você cuspiu em mim! (enquanto a mulher fala alguma coisa)

– Você poderia ser modelo se fosse mais alta/mais magra/tivesse os cabelos mais tratados/a pele melhor.

– Você sempre exagera no batom, não dá vontade de beijar assim.

– Seus cabelos são bonitos. Aplique? Não? Parece!

– Seus peitos são silicone?

– Você é delicada, mas suas mãos são um pouco brutas, que engraçado. (ao pegar nas mãos da mulher)

– Agora entendo por que você tem tantos pretendentes: é porque você é bonita.

– Você não é tão bonita assim, mas eu não ligo para a ditadura da beleza. (especialmente para mulheres muito bonitas)

Deu para sacar a jogada, né? A ideia é desqualificar a mulher, para ela se sentir insegura e dar graças aos céus por essa ~preciosidade humana~ estar com ela. É uma forma descarada de tentar mexer com a autoestima feminina.

Infelizmente, como todas temos altos e baixos, todas podemos ser vítimas disso e realmente ter a autoestima arranhada. O importante, ao perceber isso, é entender que a culpa não é sua, mas sim do embuste que aderiu a essa tática e a aplicou em você.

Mas por que alguém acha que deve ofender para conquistar?

A tática de negging teve seu auge pelos idos de 2014, e então esfriou um pouco. Agora, parece estar ganhando força novamente: os anúncios de workshops voltaram a aparecer nas redes sociais e, como podemos perceber pelos relatos recentíssimos de mulheres, há homens usando-a por aí. Por que será?

A psicóloga Silvia Malamud, autora do livro “Sequestradores de Almas” (Ed. Lumen Juris), afirma que a resposta está na insegurança masculina: “Muitos homens sentem que estão perdendo espaço entre as mulheres, percebem que cada vez mais as mulheres se dão conta de seu valor. Por serem inseguros em relação a eles próprios, optam pelo caminho de tentar levar as mulheres a serem dependentes do olhar deles. Narcisistas apelam para isso.”

Especializada em sexualidade, a psicóloga Tatiana Leite também vê um peso cultural nesse tipo de comportamento. “Nós ainda temos uma educação em que o homem bom é o pegador que tem ereção e a mulher boa é a que acata o que ele faz e fala. Então, ele se sente ameaçado quando percebe que uma mulher não se encaixa nisso. O medo de não ser aceito no fim dos encontros gera um comportamento agressivo”, analisa. “Ele já faz a abordagem dessa maneira porque tem baixa tolerância à rejeição e falta de maturidade.”

A escolha por fazer comentários principalmente sobre a aparência da potencial parceira deixa claro que esses homens pararam no tempo, pois creem em convenções sociais que estão ficando cada vez mais para trás. Achar que a mulher se arruma (ou não) e age de determinadas maneiras por causa da aceitação deles? Em pleno ano de 2018? Ata.

Negging é porta de entrada para relacionamento abusivo

Mas uma coisa é muito importante: ao perceber que está diante de um adepto de negging, saia dessa o mais rápido possível. “Este tipo de comportamento é uma porta de entrada para um relacionamento abusivo. Falar dessa maneira com uma pessoa já é abuso”, alerta Silvia.

A prática de negging é um abuso em um relacionamento

A prática de negging é um abuso em um relacionamento (iStock/Thinkstock)

A psicóloga recomenda que nunca se banalize o que está acontecendo. “Porque não é normal. Se a atitude ou a fala do homem causou o mínimo de mal-estar, não duvide da própria percepção e coloque um alerta vermelho ali. Mostre que percebeu e que não gostou.”

Tatiana aponta também que não é difícil se deixar afetar por esse comportamento, e que a volta por cima pode e deve ser imediata quando a ficha cair. “Esse tipo de comentário afeta a autoestima, sim, porque se sou atacada por causa dos meus cabelos ou do meu corpo, em teoria a culpa é minha. Eu que não fiz o bastante. Mas a mulher não deve se culpar. Não podemos fazer dieta, pintar cabelos e escolher roupas por causa do outro. Ao ouvir uma frase típica de negging, o melhor é aceitar como uma opinião a mais. Apenas. É o caso de falar: ‘Sinto muito por você pensar isso de mim’ e deixar esse homem pra lá”, finaliza.