Recupere seu desejo sexual

O estresse do dia a dia pode acabar com a disposição para uma noite romântica, mas se a falta de libido é constante, ela deve ser tratada. Veja dicas!

Confira o que diminui o desejo sexual e contorne essa situação
Foto: Getty Images

O que é a libido?

De maneira geral, a libido é uma energia que pode ser canalizada para qualquer atividade. “Há uma visão muito ampla do termo; na sexologia, libido significa desejo sexual”, diz o ginecologista e sexólogo Gerson Lopes. Ou seja: é ela que faz você querer transar. “O desejo tem uma parte física e outra que se manifesta através do lado psíquico, que controla nossos atos”, afirma a psicóloga Sandra Vasques, do Instituto Kaplan. Para entender melhor, compare a libido à fome – ela faz com que você coma, da mesma forma que a libido leva à procura pelo sexo

Que fatores podem diminuí-la?

As principais causas são emocionais, mas não se deve descartar outros problemas, como alterações hormonais. Conheça alguns dos motivos que podem diminuir seu desejo sexual:

Emocionais

Você pode não conseguir se envolver no relacionamento sexual por indiferença, descoberta de uma traição ou mágoa. Além disso, há fatores como baixa autoestima, falta de conhecimento do próprio corpo, preocupações em geral e a rotina na hora do sexo, que impedem novidades e surpresas.

Físicas

Mudanças hormonais na menopausa ou no pós-parto, diabetes, câncer e o uso de medicamentos, como antidepressivos e corticoides, podem levar à queda do desejo. “Mas, entre as causas orgânicas, a depressão e o estresse são os mais comuns”, explica o ginecologista Gerson Lopes.

Como sei se estou com queda do tesão?

Antes de ficar preocupada, fique sabendo que, de acordo com Gerson Lopes, há dois tipos de desejo, o espontâneo e o responsivo. O primeiro é o tesão que faz com que você procure o parceiro – ou seja, tem a iniciativa. O segundo funciona da seguinte forma: você não sente vontade de transar, mas se excita aos poucos, conforme o parceiro começa o jogo sexual.

Ainda é normal?

“Após três ou quatro anos de relação, muitas mulheres não sentem mais o desejo espontâneo”, afirma o ginecologista. Mas isso não significa que elas perderam a libido totalmente: “Isso acontece com quem não tem mais os dois tipos”, garante Gerson. Mesmo sendo comum, vale a pena se esforçar para recuperar o desejo espontâneo e ser mais feliz na cama!

Desanimada?

Como dissemos, a libido é uma energia – portanto, a falta de interesse em diversas atividades (incluindo o sexo) indica a baixa do desejo. Se você acorda sem vontade de trabalhar, estudar ou fazer o que precisa diariamente, fique atenta: “Isso pode apontar a queda de libido. Mas, em casos menos graves, ao ser estimulada, a mulher sentirá prazer na relação, sim”, diz a psicóloga Sandra Vasques.

O que faço para ter vontade outra vez?

Recupere seu desejo sexual

Sussuros no ouvido podem servir como arma de sedução
Foto: Getty Images

É importante descartar problemas físicos – por isso, consulte um ginecologista. “Se estiver tudo bem, reflita se está à vontade com você mesma”, orienta a psicóloga Sandra Vasques.

● Aproveite o banho para encontrar partes do seu corpo que dão prazer ao serem tocadas – e conte essas descobertas ao parceiro!

● Não transe com o gato só para agradá-lo. “Ao fazer isso, você pode sentir dores e passar a boicotar a relação sexual”, alerta Gerson.

● Inclua o sexo no seu cotidiano. “A vontade surge quando você pensa no assunto. Fazer isso mais vezes durante o dia certamente ajudará a recuperar a libido”, ensina Elsa Gay, ginecologista do Hospital das Clínicas de São Paulo.

● Enquanto o homem é mais visual, a mulher gosta de ouvir palavras de carinho, de afeto e – por que não? – sedutoras também. Peça ao parceiro para sussurrar durante a relação.

● Procure alternativas de prazer sem chegar logo à penetração. Vocês podem explorar o corpo um do outro com massagens sensuais, toques diferentes e, inclusive, apostar na masturbação até que sua libido volte de vez!

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆