Vênus, o planeta do amor, está retrógrado: o que isso significa?

Vênus fica em movimento retrógrado até o meio de novembro: saiba como isso afeta a sua relação com as pessoas.

Você já deve ter ouvido esse clichê: Vênus é o planeta do amor. De fato, os movimentos de Vênus pelo céu impactam as relações humanas – seja no amor universal, nas amizades e no amor erótico. Nesta sexta (5) Vênus entra em modo retrógrado, e assim ficará até o dia 16 de novembro. Esse movimento impacta pessoas de todos os signos. A astróloga e terapeuta integrativa Masumi Suginoshita nos ajuda a entender melhor o que isso significa, na prática.

De acordo com Masumi, até o mês de agosto as coisas estavam fluindo melhor nas relações: “era só dar um like e já dava match”, brinca Masumi. Foi setembro chegar e o clima ficou mais tenso: “Desencontros, tretas, impaciência, irritações começaram a ficar cada vez mais frequentes com a formação de Marte em quadratura com Vênus”.

Essa história começou no dia 1º de setembro, e vai até 17 de outubro. Segundo Masumi, de tanto tretar, a gente acaba achando respostas: “É a cura pelo próprio veneno: de tanto discutir, você se desgasta e começa a procurar outras soluções. Com o tempo os atritos devem diminuir, até porque, já estamos nos cansando de brigar, né?”

Mas você já deve saber que os astros não têm o poder de fazer com que você brigue ou fique em paz com a pessoa amada, certo? “Antes que você comece a culpar os astros, já digo: eles estão revelando as suas dificuldades e empecilhos que emperram a sua habilidade de se relacionar com as pessoas em todos os níveis: profissional, pessoal, amoroso”, explica Masumi.

Daí vem a importância do momento em que estamos, com Vênus retrógrado. É a hora de olhar para dentro de si. “Você deve buscar aparar as arestas da sua relação consigo mesma, afim de melhorar as relações que você estabelece com os outros”, aconselha Masumi. Para passar bem por esse período, ela tem três dicas:

• Encontre formas de fazer o que você acredita da forma mais harmoniosa possível, se posicionando com tranquilidade, respeitando a si mesma e ao outro.
• Tente enxergar o padrão que existe nas discussões, para que você possa identificar o ponto dentro de você que precisa ser desenvolvido.
• Não culpe os outros pelas suas limitações.

Aproveite o momento e boa sorte!