Alimente a beleza: monte um cardápio rejuvenescedor aos 20, 30, 40 e 50 anos

Nutricionista e esteticista Sheila Mustafá lista os alimentos funcionais que atuam na pele

Os peixes são ricos em ferro e proteína
Foto: Getty Images

Para manter o rosto sempre jovem e bonito, veja o que não pode faltar no seu prato aos 20, 30, 40 e 50 anos. As dicas são da nutricionista e esteticista Sheila Mustafá:

Aos 20 e aos 30

· Carne bovina, frango, peixes em geral e queijo de soja (tofu): são ricos em ferro e proteína, fundamentais para a regeneração das células. Esses nutrientes ajudam a manter a firmeza e o tônus muscular.    

· Açafrão, gengibre, folhas verde-escuras, sementes de abóbora e girassol, sardinha e gérmen de trigo: fontes de zinco, esses alimentos favorecem a cicatrização da pele e afastam o envelhecimento precoce.

· Brócolis, cogumelos, castanha-do-pará, couve, cebola, alho e levedo de cerveja: garantem um bom aporte de selênio, nutriente que desacelera a ação dos temidos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento.
 

Alimente a beleza: monte um cardápio rejuvenescedor aos 20, 30, 40 e 50 anos

A laranja possui efeito antioxidante
Foto: Getty Images


· Limão, laranja e acerola: ricas em vitamina C, um poderoso antioxidante.

Aos 40 e aos 50

· Sardinha, damasco, espinafre e oleaginosas (nozes, amêndoas e castanha de caju, por exemplo): trazem vitamina Q10, também chamada de ubiquinona, capazes de frear o processo de envelhecimento.
 

Alimente a beleza: monte um cardápio rejuvenescedor aos 20, 30, 40 e 50 anos

Dê preferência ao vinho tinto orgânico e sem álcool
Foto: Getty Images

· Suco de uva e vinho tinto (de preferência orgânico e sem álcool): ambos contêm resveratrol, um potente antioxidante. Chá verde e soja também reduzem os danos e o envelhecimento.

· Aveia, cevada, nabo, salsa, avelã, feijão e banana: carregam silício, mineral que participa da estruturação do colágeno (fibra que dá sustentação à pele) e na organização das células.

· Evite o açúcar: novas pesquisas na área da dermatologia garantem que ele age sobre o colágeno de forma negativa, podendo inclusive destruí-lo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s