Cinco situações que nos fazem querer fugir do salão de beleza

Já sofreu com bifes arrancados? Não gosta das fofocas de salão? Reunimos os momentos engraçados e sofridos que passamos no cabeleireiro. Confira!

Salão de beleza é um lugar que divide opiniões. Há mulheres que amam passar o dia se cuidando. Outras, não passam nem perto da cadeira do cabeleireiro. Pensando nisso, reunimos cinco situações engraçadas – às vezes, sofridas – que grande parte da ala feminina já enfrentou.

Banho no lavatório

Think Stock Think Stock

Think Stock (/)

Hora de lavar os cabelos. Você pensa em relaxar e curtir uma bela massagem no couro cabeludo, mas, na verdade, recebe um “banho” inesperado. O que era para ser um momento tranquilo causa bastante desconforto. Roupa molhada, maquiagem borrada e, às vezes, ouvidos entupidos.

Escova que puxa os fios

Think Stock Think Stock

Think Stock (/)

Uma boa escova deixa os cabelos lindos, suaves e com bastante brilho. Mas o processo pode ser sofrido. De vez em quando, o cabeleireiro puxa tanto os fios que você fica até com dor de cabeça. E tudo que você consegue pensar, naquele momento, é em sair correndo do salão.

O bife

Think Stock Think Stock

Think Stock (/)

Encontrar uma manicure de confiança e que tenha paciência é quase tão difícil quanto achar seu grande amor. Brincadeiras à parte, a maioria absoluta das mulheres já sentiu o desconforto de ter um pedaço de pele arrancado. Os dedos ficam bastante machucados e você precisa ficar algum tempo sem fazer as unhas.

Fofoca de salão

Think Stock Think Stock

Think Stock (/)

Uma conversinha pode ser uma ótima distração. Mas a situação se inverte quando o cabeleireiro passa o tempo todo falando da vida alheia. Além de bater aquele arrependimento de estar no salão, você não consegue ler seus emails, fazer uma ligação ou ler aquela revista.

Só um dedinho

Think Stock Think Stock

Think Stock (/)

A hora do corte. O pior momento de todos. Você já deve ter passado por isso, não? O objetivo é cortar apenas as pontinhas, mas você acaba com vários centímetros de cabelo no chão. A chave do sucesso é acompanhar cada movimento do cabeleireiro e dar toques para ele a cada tesourada. Assim, acredite, o sofrimento será menor.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s