Descobrimos quais serão as 8 maiores tendências de skincare em 2019

Algumas tendências do último ano continuam a todo vapor, com pequenos avanços, enquanto outras chegam para inovar de vez, do nécessaire aos hábitos diários.

Se em 2018 a temática do skincare, que em bom português nada mais é do que criar e manter uma rotina de cuidados com a pele, garantiu seu posto absoluto no universo da beleza e consolidou algumas tendências – como máscaras faciais, massagens para melhorar o inchaço do rosto, produtos focados apenas na saúde da cútis e um milhão de selfies de pessoas ao redor do mundo compartilhando seus segredos para uma pele ‘perfeita’ -, em 2019 a beauté focada em pele se mantém, com ainda mais novidades, tecnologia e força.

E por falar em novidade, nós do MdeMulher fomos atrás das maiores tendências de skincare para 2019 e, além de mergulharmos em uma pesquisa virtual intensa, batemos um papo com a expert em beleza e diretora da marketing da Mary Kay nos Estados Unidos, Sheryl Adkins-Green, que dividiu com a gente um pouco do seu vasto conhecimento na área e nos ajudou a completar a lista que você vê a seguir.

Portanto, prepare o ambiente, coloque uma música relaxante e vá para o espelho testar as novidades que te esperam ao longo dos próximos 12 meses, tudo em nome do autocuidado.

1. Glass skin – ou seja, uma pele limpa e com brilho natural

Uma das maiores tendências em matéria de pele para este ano leva o nome de glass skin que, no cenário internacional, é o nome “chique” para descrever uma pele extremamente limpa, naturalmente luminosa e brilhante.

A trend tem bastante influência das garotas coreanas, e suas rotinas de cuidados com aproximadamente sete passos diários. Porém, atingir o efeito da glass skin pode ser mais simples do que você imagina:

“A melhor base para a pele é a limpeza, seguida pelo uso de séruns e hidratantes com ativos, como vitaminas”, conta Sheryl. Logo, uma pele radiante precisa ser cuidada diariamente, lançando mão daquela regrinha de ouro, recomendada por 9 entre 10 dermatologistas: limpar, tonificar, hidratar e proteger.

Comece tirando a maquiagem (esse é um dos passos mais importantes!), limpe a área com auxílio de um sabonete específico e, se quiser, potencialize a ‘faxina’ com auxílio de um tônico. Depois, hidrate com cremes, géis ou séruns (tudo respeitando seu tipo de pele) e, durante o dia, aplique o protetor solar. Não é um trabalho dos mais difíceis, vai? E os efeitos podem ser percebidos em pouco tempo.

 

2. Menos bronzeamento, mais proteção contra os raios solares

Seguindo a tendência acima, de manter uma pele naturalmente luminosa, mulheres das gerações mais jovens estão também mais conscientes, dando mais importância para a proteção da pele contra os possíveis efeitos negativos causados pela exposição aos raios solares e outras radiações. Com razão, diga-se, já que o câncer de pele, aqui no Brasil, é o tipo da doença mais comum na população.

Portanto, neste ano, espere por menos bronze e mais filtro solar (de preferência, com FPS 50 ou mais), além de uma infinidade de novos protetores de uso diário surgindo no mercado, para atender às demandas de todos os tipos de pele possíveis e imagináveis.

3. Atenção especial à região dos olhos

“A pele da área dos olhos é a mais frágil e delicada do rosto, e é nessa região que os primeiros sinais de envelhecimento começam a aparecer. Isso tem a ver, também, com o estilo de vida que levamos: exposição diária à luz do computador, maus hábitos para dormir… tudo isso promove uma espécie de ‘estresse’ nessa parte do rosto”, explica Sheryl, que aponta os cremes e produtos feitos especialmente para a área dos olhos como uma outra forte tendência atual.

Ela conta que a procura por cosméticos da seção vem aumentando bastante, inclusive entre as mulheres mais jovens (na faixa etária entre 20 e 30 anos) que, antigamente, esperavam pelo surgimento de rugas na testa ou ao redor dos lábios para investir em produtos para olhos, mas que hoje querem mesmo é apostar em tecnologias preventivas.

“A maioria das pessoas confunde cansaço com sinais naturais da pele. Muitas tentam cobrir o rosto com o auxílio de maquiagem, mas até a própria maquiagem pode gerar esse ‘estresse’ na área dos olhos (ao esfregar os olhos com os dedos e pinceis, por exemplo)”, completa Sheryl.

4. Produtos com tecnologia que combate os efeitos da poluição

Além do estilo de vida impactar diretamente na saúde da pele, agentes externos, como a poluição e o clima (muito quente/muito seco) também acabam afetando o aspecto da cútis, causando problemas dos mais comuns nos consultórios, como vermelhidão, irritação, rosácea

Pensando nisso, e a fim de proteger o rosto contra reações causadas por esses agentes, outra tendência para ficar de olho é a de produtos antipoluição, que prometem chegar com força, principalmente nas prateleiras de lojas das grandes cidades.

Leia Mais: Os itens que não podem faltar no nécessaire para curtir o verão sem neuras

5. Máscaras faciais

Bom, essa aqui não entra na categoria “novidades”, mas podemos dizer que o uso das máscaras faciais, sejam elas de papel, de argila ou caseiras, continuam firmes e fortes no mundo do skincare.

Se você ainda não aderiu à moda mas morre de vontade de experimentá-la, vale sinalizar que máscaras faciais, de maneira geral, não foram feitas para uso diário. Comece aplicando em um daqueles dias em que você sentir o rosto com uma textura diferente da habitual – desidratado, ressecado, precisando de um bom detox, sabe? E depois, vá incluindo o hábito (que além de tudo é relaxante!) na rotina, mas com cuidado.

Sheryl aponta que os efeitos das máscaras, em sua maioria, duram cerca de uma semana, mas reforça que, dependendo do seu tipo de pele (e necessidades, você poderá precisar desse cuidado apenas com uma frequência mensal ou quinzenal.

6. Produtos naturais, alternativos e sem crueldade ou testes em animais

Cosméticos com fórmulas mais naturais e orgânicas, além daqueles com embalagens sustentáveis e recicláveis, tendência forte já há alguns anos, continuam valendo para 2019. Espere por cada vez mais marcas preocupadas em acabar com a crueldade animal na indústria da beleza, isto é, mais rótulos com o selinho “cruelty free” nas prateleiras.

Outra coisa que está em alta para o ano são os produtos para a pele derivados de ervas, extratos de sementes e óleos de flores e plantas, que podem fazer verdadeiros milagres na rotina de skincare. Tudo isso, por sinal, faz parte da cultura da wellness beauty, que enxerga o bem-estar como principal pilar para uma pele saudável e bonita. 

Ah! Não podemos esquecer de citar as superfoods, alimentos saudáveis, como algumas frutas, vegetais e tubérculos que, ingeridos em pequenas porções, podem repor alguns importantes nutrientes da pele.

7. Cosméticos customizados que atuam de acordo com o que sua pele precisa

Aqui, estamos falando sobre uma tendência de, cada vez mais, pessoas buscarem por uma rotina de cuidados personalizada – seja com produtos manipulados, exclusivos ou tecnológicos, que atendam às necessidades específicas de cada indivíduo. É claro que, nesse caso, uma consulta profissional é extremamente necessária, bem como paciência para testar e testar diferentes tipos de cosméticos, até chegar naqueles que mais se encaixem com você.

Leia Mais: 13 dermatologistas dão dicas de ouro para acabar com a acne e a oleosidade

8. Tecnologia

Aparelhinhos tecnológicos focados na limpeza da pele (como as “escovinhas” elétricas de limpeza que se popularizaram no ano passado), máscaras de LED potentes para tratamento caseiro, dispositivos portáteis que passam a substituir técnicas como a do microagulhamento… não faltam opções cheias de modernidade para quem quer (e pode!) investir na tecnologia a favor da pele, e a tendência para 2019 é de que os gadgets fiquem cada vez mais populares.

Falando sobre tecnologia, mas dessa vez de dentro para fora, vale prestar atenção, também, nos chamados suplementos de beleza – cápsulas de colágeno, de vitamina C, de ácido hialurônico e mais. Tanto sobre os suplementos de beleza, quanto sobre dispositivos, reforçamos que a consulta com um dermatologista antes de investir em ambos é primordial.

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆