Detox do olhar: receitas para você mudar seu corpo de vez

Confira as dicas para ganhar confiança em si mesma e se sentir mais bonita, leve e feliz!

Já reparou como diariamente somos bombardeadas com imagens de corpos sarados, cabelos incríveis e peles impecáveis? Diante de tantos padrões considerados perfeitos, ficamos insatisfeitas com nosso próprio físico e recorremos às dietas e fórmulas radicais – que geralmente detonam a saúde – ou ficamos infelizes com nossa imagem no espelho. A vida vai passando e deixamos de curtir momentos incríveis por insegurança e baixa autoestima.

Para virar esse jogo, Natura propõe o Detox do Olhar, um programa que promete mudar o seu corpo. Um convite para nos livrarmos de todas as culpas, ideais e padrões de beleza que intoxicam a nossa autoconfiança e substituirmos essa visão negativa que construímos de nós mesmas por uma atitude mais generosa, que nos permita descobrir um novo tipo de beleza: a própria.

Sabe aquele ditado “A beleza está nos olhos de quem a vê”? Essa frase vale ouro quando a ideia é ganhar autoconfiança. E o primeiro passo é olhar com mais carinho para si mesma e começar a fazer para você tudo o que costuma fazer para os outros. Procure se incentivar, se admirar, se elogiar, se tratar com gentileza e atenção. Acredite, você merece tudo isso e muito mais. Então, pronta para fazer o Detox do Olhar e se sentir mais bonita, leve e confiante? Confira as dicas:

Aprenda a receber e curtir os elogios

Registre os comentários positivos que recebeu de outras pessoas, e de tempos em tempos releia as anotações. “Fazer esse checklist das características que as pessoas mais ressaltam em você ajuda a desviar o olhar dos aspectos negativos e valorizar os positivos. Aos poucos você vai se livrando das toxinas que prejudicam sua autoestima e começa a se admirar”, explica a psicóloga Suzy Camacho, de São Paulo.

Sinta-se poderosa

 (iStock/iStockphoto)

“Olhe-se no espelho e observe seus pontos positivos. Todos nós temos algo de bonito para ressaltar. O importante é aprender a reconhecer e a dar ênfase a essas características. Tem um tom de pele bonito? Use uma cor que a valorize. Com a prática você vai se sentir bem mais confiante e satisfeita com sua própria imagem”, explica a psicóloga.

Curta os momentos de alegria e prazer, e sem culpa

 (iStock/iStockphoto)

Você pode e deve ser feliz! Para quando estiver desanimada e baixo-astral, anote a dica extra: dê uma forcinha para o seu organismo e estimule a produção de serotonina e endorfina, os hormônios responsáveis pela sensação de felicidade e bem-estar. Pode ser, por exemplo, suando a camisa – é um santo remédio para o bom humor. Mas se você detesta malhar, não precisa torcer o nariz nem sofrer – a ideia aqui é justamente ser feliz, lembra? Vale dançar com os amigos, passear com seu cachorro ou até ir ao trabalho a pé. E não é só na prática de atividade física que você alcança esses benefícios, não. Tomar sol ou comer um delicioso chocolate também são ótimas alternativas para estimular a liberação dos hormônios do bem-estar. Dá até para montar um combo da felicidade: caminhar no parque num belo dia ensolarado e depois ainda saborear um delicioso bombom, porque você pode e merece. Seu humor vai lá para as alturas, com certeza!

Redes sociais: use com moderação

 (iStock/iStockphoto)

Acompanhar as redes sociais e ficar por dentro do que acontece na vida dos outros não é um problema, desde que você não se compare aos outros. Pensamentos como “Puxa, nunca vou conseguir ter um abdômen chapado como o da fulana” sinalizam que é hora de sair da frente da tela. “O mundo virtual é cheio de armadilhas que podem frustrar e minar a nossa autoimagem. As fotos são trabalhadas no Photoshop, as poses são estudadas para pegar os melhores ângulos. É preciso cuidado com esse padrão de comparação irreal. Em vez de seguir aquelas blogueiras com corpo sarado, que tal acompanhar uma influencer que tenha a ver com sua realidade e seus interesses culturais, por exemplo? E considere, também, usar seu tempo de forma mais produtiva, no mundo concreto, convivendo com pessoas reais, que sentem alegrias e tristezas, tem conquistas e fracasso, qualidades e defeitos, assim como você”, aconselha Suzy.

Pense, reflita e questione mais

Quem disse que ser magra é sinônimo de beleza? E que um rosto bonito deve ser livre de sardas? Certas afirmações nos são impostas e a gente vai aceitando sem nem questionar se elas têm fundamento, não é? A partir do momento em que a gente começa a refletir e desconstruir essas crenças, mudamos a forma de pensar e descobrimos como é maravilhoso se sentir confortável dentro de nossa própria pele e de nosso próprio corpo. E aí, passamos a viver felizes com a nossa imagem no espelho, a numeração da calça e tantos outros detalhes vão perdendo a importância. Já não é mais você que tem que caber em uma roupa, é a roupa que tem que caber em você.

Pare de se comparar com os outros

Desde pequenas, nas brincadeiras infantis, somos estimuladas à competitividade. Com isso passamos a acreditar, mesmo inconscientemente, que para sermos felizes precisamos superar as outras pessoas. Uma bobagem sem tamanho. Lembre-se: cada ser – inclusive você – tem qualidades e defeitos que o tornam único e maravilhoso. Deixe as comparações de lado, viva a vida com alegria e faça apenas o que te faz bem.

Cerque-se de pessoas bacanas

 (iStock/iStockphoto)

Conviva com quem quer o seu bem e valoriza suas qualidades. Tenha amigos alto-astral, que riem, se divertem e curtem as coisas boas da vida. “A alegria é uma força poderosa e contagiante, um elixir para vivermos de bem com a vida e com a nossa própria imagem. E quando você encontrar alguém que esteja de baixo-astral, ajude-a a perceber os aspectos positivos da vida, mostre as coisas boas que a cercam. Isso acaba sendo um treinamento para você se tornar mais otimista e positiva. Sem falar que ajudar o outro faz um bem enorme pra gente, também”, lembra Suzy.

Cuidado com o padrão da autocrítica

Costumamos ser muito críticas, nos queixamos constantemente dos outros e da gente. Porém, quando exercitamos a gratidão por aquilo que temos ao invés de criticar e reclamar daquilo que não podemos mudar, jogamos luz sobre os aspectos positivos, deixamos de enxergar o lado negativo e, consequentemente, vivemos melhor. Faça o exercício diário de agradecer por tudo o que tem e tudo o que é, logo pela manhã. Assim você se tornará menos tóxica para si mesma. E mais. As pessoas alegres e otimistas são mais agradáveis, se tornam queridas pelos outros. E ser querida faz um bem enorme para a autoestima, não é?

Dê agradinhos a si mesma, trate-se com carinho

 (iStock/iStockphoto)

Tem coisa melhor do que fazer uma surpresa apenas pelo prazer de ver a alegria no rosto do outro? Então faça isso para si mesma. Você pode se presentear com aquele brinco lindo, marcar um café no meio da tarde com uma amiga, tomar um banho relaxante, não importa. O que vale é ser gentil e delicada consigo mesma. Uma ideia, por exemplo, é vestir sua pele com a nutrição revigorante e delicada de Natura Todo Dia Folhas de Limão e Graviola, que conta com Desodorante Hidratante Corporal, Desodorante Gel Creme Detox Revigorante, Desodorante Colônia Spray Corporal Perfumado, Sabonete em Barra Puro Vegetal e Desodorante Antitranspirante Roll-on 48H Proteção Antimanchas. Curta o frescor das folhas de limão, a cremosidade da graviola, envolva-se com energia e naturalidade. Tudo isso para você viver o seu corpo e se redescobrir no toque.