Marca de lâminas mostra em campanha que mulheres também têm pelos no rosto

A Billie, que em comerciais e fotos publicitárias procura naturalizar os pelos femininos, resolveu, pela 1ª vez, quebrar o tabu da depilação no buço.

Quebrar todo e qualquer tipo de tabu envolvendo pelos femininos. Essa é a principal proposta da Billie, marca americana que, apesar de comercializar produtos para depilação, como lâminas, cremes depilatórios e hidratantes, procura mostrar em suas campanhas publicitárias e comerciais que o fato de uma mulher ter ou não pelos aparentes em seu corpo deve ser uma escolha que diz respeito única e exclusivamente a ela.

Após lançar, em junho deste ano, uma propaganda focada no verão, na qual garotas com pelos aparentes nas virilhas e axilas aparecem curtindo uma praia, a Billie, agora, aproveita a chegada do mês de novembro – conhecido por ser a época oficial do movimento Movember – para mostrar, em nova campanha, que mulheres também têm pelos faciais – nas palavras deles, que ter ‘bigode’ não é exclusividade dos homens.

Em um vídeo, publicado nesta terça (29) no perfil oficial da empresa no Instagram, diferentes mulheres aparecem lançando mão de métodos depilatórios variados para falar sobre toda a pressão estética que gira em torno do tema, mas não só isso.

“Novidade: mulheres também têm bigodes. Então, neste mês, nós vamos mostrar nossos pelos faciais extremamente secretos por uma boa causa”, diz trecho da legenda, em tradução livre.

Play para assistir:

Para quem não sabe, o movimento Movember – fusão dos termos moustache (bigode) + november (novembro) – foi criado em 2003, por uma fundação australiana que tinha como principal objetivo conscientizar a população sobre a saúde masculina, principalmente no que diz respeito à saúde mental e doenças como câncer de próstata e testicular. Para nós, funciona como o chamado ‘Novembro Azul’.

View this post on Instagram

by @ladyist for @billie ❤️

A post shared by @ disssgrace on

Diversas pesquisas já mostraram que mulheres costumam viver mais do que homens, e isto está totalmente ligado ao fato de que, geralmente, elas cuidam mais da saúde. Junto com a campanha, que aceita doações em dinheiro, está também uma medida simbólica: muitos homens, durante o mês de novembro, deixam o bigode crescer como forma de ajudar na conscientização.

Mulheres também podem participar, e é isso que a Billie propõe com o novo movimento, além de ter criado um fundo donativo em parceria com a Movember.

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆