Giullia Marchetti fala sobre a febre dos ‘challenges’ que está bombando nas redes sociais

Referência nas redes sociais nos chamados ‘challenges de princesas’ Giullia Marchetti revela como funciona a nova sensação do momento.

Se você não sabe ainda o que é o ‘evoluiu challenge’, então está por fora da última novidade nas redes sociais. A brincadeira virtual mostra a evolução do processo de maquiagem de criadores de conteúdos digitais em vídeo sincronizado com uma música famosa e não para de crescer nas redes sociais como o Instagram e o TikTok, além de estar revolucionando o mundo ligado à beleza e maquiagem. O nome da brincadeira vem da palavra homônima em inglês e significa desafio.

A empresária, maquiadora e influenciadora digital Giullia Marchetti compõe a listas das aficionadas por esse novo conceito de vídeos divertidos da internet e se tornou uma referência na categoria challenge versão princesas. Giullia apresenta a cada semana na internet a construção de uma princesa diferente: “Claro que, embora seja chamado de categoria princesas, não deixamos de lado as vilãs mais famosinhas e queridinhas do público, como a icônica Malévola”, revela.

Como começaram os challenges

No Brasil a brincadeira começou com a influencer Larissa Rezende, precursora das redes sociais, que inspirou a diversos outros no país. Nos últimos meses, novas ramificações dos challenges começaram a surgir, desde dublagem de áudios virais de anônimos ou famosos, conversas aleatórias, trechos de entrevistas, lives com cantores famosos e até picuinhas entre celebridades.

O que torna os vídeos tão viciantes é que eles funcionam em time lapse, ou seja, mostram até oito horas de maquiagem em poucos segundos ou minutos. Porém, a protagonista não pode parar de cantar e a montagem deve incluir um trecho completo da música. Por isso o termo challenge, do inglês, que quer dizer desafio.

Giullia Marchetti /Reprodução / MF Press Global

Bastidores do desafio

Engana-se quem acha que chamar de desafio a gravação de vídeos curtos como estes é exagero. Giullia garante que se dedica em média 9 horas para a gravação de um challenge, mas que apesar de todo o trabalho duro, ela adora  esse universo e o retorno é sempre maravilhoso: “Apesar de ser um dos  conteúdos com maior grau de dificuldades e demora na finalização, os resultados alcançados através do engajamento, compensam cada minuto gasto com gravação e edição.”

A influencer aponta que esse rápido crescimento nos números de seguidores e engajamento é possível porque existe interação entre os influenciadores: “muitos acabam desafiando ou creditando a inspiração ao colega e isso movimenta os perfis envolvidos, atraindo  atenção não somente  dos fiéis seguidores, e também dos novos ”

Como entrar na brincadeira dos challenges

Para entrar na brincadeira não é preciso ter experiência prévia ou poderosas ferramentas de edição. No entanto, Giullia ressalta que, caso a pessoa queira se consolidar como influencer, é preciso muito mais que habilidade na dublagem e edição para se manter relevante: “Ser conhecido como influencer  apenas por esse quesito não sustentará uma carreira sólida, já que aquela pessoa dificilmente será  visto como criador de conteúdo fazendo somente isto. Assim como diversas ondas ou modinhas, o Challenge também terá o seu tempo de duração. E mesmo que novas idéias surjam, nada pode substituir o motivo que o seu público passou a te acompanhar. Por isso é necessário não seguir esse único caminho, desviando-se do seu verdadeiro foco.”