Beleza

Pele mista, seca ou oleosa? Entenda qual é o seu tipo e como cuidar dela

As opções de cosméticos e tratamentos de beleza disponíveis no mercado estão crescendo cada vez mais. Na hora de escolher em quais deles investir, é essencial saber se a sua pele é mista, seca ou oleosa, afinal, utilizar um produto errado pode trazer o resultado contrário do desejado e até prejudicar a saúde facial.

Para facilitar a tarefa de identificar os diferentes tipos de pele, listamos abaixo algumas dicas e os cuidados necessários para a rotina de beleza de cada uma delas. Pronta para descobrir a sua?

(Sasha_Suzi/Thinkstock)

Pele mista

Presente entre a maioria das brasileiras, a pele mista tem a produção de sebo em excesso concentrada na chamada zona T, onde ficam a testa, nariz e queixo. Normalmente, essas regiões também contam com o aparecimento de cravos e poros mais aparentes.

Cuidados

“Por ter a parte central da face oleosa e o restante ressecado, esse tipo de pele precisa de uma rotina equilibrada de cuidados. O indicado é usar um sabonete líquido facial ou espuma de limpeza para higienizar o rosto duas vezes ao dia. O filtro solar oil free ou em gel também é necessário. Eu sempre aconselho a utilização de um sérum hidratante e antioxidante de textura leve antes do protetor e a minha preferência é que contenha vitamina C, que ajuda a combater o envelhecimento precoce”, explica a dermatologista Dra. Valéria Campos.

Para esse tipo de pele, é ideal ficar longe de produtos muito oleosos e, também, os abrasivos, que tendem a machucar a face e causar o efeito rebote (quando o organismo entende que há algo de errado com a derme e produz mais óleo para protegê-la).

 

Pele seca

A pele ressecada possui pouca produção de sebo e conta com uma sensação de repuxamento ao longo do dia. Durante o frio, ela sofre mais e não é raro a descamação de algumas regiões pontuais.

Cuidados

Caprichar na hidratação e evitar alguns hábitos que podem ressecá-la ainda mais são os principais pontos de atenção na hora de cuidar dela. “Para começar a rotina de beleza da pele seca, o melhor é utilizar um sabonete em mousse para higienizá-la. A água micelar também é uma boa alternativa, principalmente para retirar a maquiagem. Depois da limpeza, é indicado repor a hidratação perdida com um sérum mais oleoso ou um hidratante específico, que tende a ser mais concentrado. Em seguida, é hora de aplicar um protetor solar e a dica é usar uma versão com cor, que protege também da luz visível. A noite, uma boa opção é usar um creme com ácido hialurônico, que potencializa a hidratação e diminui a irritação facial. Além disso, evitar tomar banho muito quente para não retirar a camada natural de proteção da derme é essencial”, indica Dra. Valéria.

 

Pele oleosa

A oleosidade ocorre pela produção de sebo em excesso das glândulas sebáceas e é uma característica genética. “A melhor maneira de identificar qual é o tipo de pele é sentido o rosto. A oleosa, é aquela que depois de algumas horas após a higienização já começa a apresentar pontos de brilho pela face”, explica a dermatologista Dra. Valéria Campos.

Cuidados

Para quem sofre com a oleosidade, é indicado o uso de cosméticos que retirem o excesso de sebo e inibam a secreção de mais gordura. “Hoje já encontramos alguns séruns e protetores solar que ajudam a diminuir a produção das glândulas sebáceas”, explica Dra. Valéria. Pela manhã e à noite, utilizar um sabonete adstringente ajuda a higienizar a pele e a controlá-la. Usar o filtro solar não-comedogênico (que não entope os poros) e com ação anti-acne e evitar maquiagem de textura oleosa são atitudes essenciais para controlar o aparecimento de espinhas.

“O excesso de limpeza, o uso de tônicos com a presença de álcool ou enxofre e esfoliantes abrasantes podem piorar a aparência de oleosidade, pois são produtos muito agressivos e que ressecam demais o rosto, o que leva ao efeito rebote”, diz a dermatologista Dra. Valéria Campos. Outro ponto de atenção é a hidratação facial, pois a presença de óleo não é sinônimo de pele hidratada. Aplicar um sérum de textura leve ou hidratante oil free que contem com vitamina C ou E em sua composição também é indicado.