Sem maquiagem, Kim Kardashian mostra os efeitos da psoríase no rosto dela

A empresária foi ao Instagram compartilhar com os seguidores como a doença se manifestava na face dela.

Acusada recentemente de ter “pele ruim” por um jornal britânico (que rude!), Kim Kardashian foi ao Twitter relembrar que, na verdade, desde 2011, sofre com os efeitos da psoríase, doença inflamatória da pele caracterizada por lesões rosadas ou avermelhadas cobertas por escamas esbranquiçadas.

Sem maquiagem, na última segunda-feira (11), a empresária foi ao Instagram Stories compartilhar com os seguidores como o problema se manifestava no rosto dela.

Kim Kardashian

Kim Kardashian

Nos últimos anos, Kim tem se tornado uma espécie de porta-voz não-oficial das pessoas que sofrem com a condição. No Brasil, são mais de 2,7 milhões de pessoas – metade mulheres – vítimas da psoríase. Nos Estados Unidos, a estimativa é de que 7,5 milhões pessoas sofram com o problema. Você pode até não curtir o trabalho da Kim Kardashian, mas a plataforma dela é inegável e é muito importante que a psoríase seja discutida aberta e francamente.

Leia Mais: Saiba tudo sobre psoríase, a doença de pele de Kim Kardashian

Quem tem a doença, além de conviver com ela, precisa lidar com muito preconceito e discriminação. Por falta de conhecimento, as pessoas acreditam se tratar de algo contagioso, o que de forma alguma é verdade.

Em 2018, Kim contou que iria começar até a tomar remédio para tentar atenuar as manchas, já que a doença não tem cura:

“Acho que chegou a hora de começar a tomar remédios contra a psoríase. Nunca tinha ficado desse jeito antes e eu não consigo nem mais cobrir. Tomou conta de todo o meu corpo. Alguém já tentou alguma medicação e qual funcionou melhor? Preciso de ajuda o mais rápido possível”.

Para saber mais sobre a psoríase e como tratá-la clique aqui

A importância de Mercúrio no seu Mapa Astral – escute já!