Termos confusos sobre maquiagem para quem é iniciante no assunto

Um verdadeiro glossário de beleza para quem não conhece expressões sobre make!

O mundo da beleza é cheio de recursos, novidades e, muitas vezes, termos bem confusos. Para dar ~uma mãozinha~ para quem adora maquiagem, mas não entende muito sobre o assunto, conversamos com a Chloé Gaya, maquiadora e consultora de imagem do Jacques Janine. Ela nos explicou algumas dessas expressões e contou como cada parte do rosto, técnica ou produto pode tornar a sua make ainda mais incrível. Confira!

1. Arco do cupido

É a região que fica no centro do lábio superior, abaixo do nariz e que lembra o formato de coração ou de arco. Para valorizar, você pode contornar a região com lápis e/ou aplicar iluminador na linha fina, a fim de realçar o formato e o volume dos lábios.

2. BB Cream

É um produto multifuncional, que veio para dar mais praticidade às mulheres, justamente por ter várias funções. Elas podem variar de marca para marca, mas, em geral, o BB Cream pode ser hidratante, ter protetor solar, ser matificante, iluminador e até ter cor. Para o dia a dia, ele pode ser usado como base, apesar de ter uma cobertura mais suave. Se quiser uma cobertura mais potente, você pode combinar o produto com outra base ou pó compacto.

3. Côncavo

É uma região muito importante para a maquiagem, pois serve como ponto de referência para trabalhar os limites do esfumado nos olhos. O côncavo delimita a profundidade que a parte superior do olho tem, por conta da cavidade do osso do rosto, onde fica o globo ocular. Dependendo do formato do olho, é interessante colocar mais ou menos sombra marrom ou neutra para criar profundidade na maquiagem. Quem tem olhos fundos, por exemplo, pode acabar afundando ainda mais o olhar se marcar muito essa região.

4. Contorno

Gif de maquiagem, técnica do contorno

É a técnica utilizada para realçar e disfarçar formas do rosto que já existem, por meio de tons mais claros e escuros, que fazem jogos de luz e sombra. Queridinha de famosas, a técnica permite, por exemplo, que você afine a bochecha apenas com maquiagem.

5. Esfumar

É a técnica de acabamento para tudo o que vai sumindo em um sutil degradê, em que a maquiagem não é marcada por uma linha com começo e fim visíveis. Pode ser feita com sombra, blush e iluminador, por exemplo.

6. Iluminador

É o produto que vai trazer luz para a maquiagem e realçar algumas áreas do rosto, clareando algumas áreas e as deixando com mais volume. Ele pode ser combinado com as técnicas de contorno e strobing e ser aplicado na raiz das sobrancelhas (acima do côncavo), nos cantos internos dos olhos, nas têmporas (alto da maçã do rosto), no centro da testa, no alto do nariz e acima do arco do cupido.

7. Kajal

É um produto que era muito usado no Egito e ainda é bastante comum na Índia. Funciona como um lápis de olho preto, mas a pigmentação é bem mais intensa e densa.

8. Linha d’água

É a região entre a raiz dos cílios inferiores e o globo ocular, na pálpebra inferior. Normalmente, o lápis preto é aplicado aqui para dar mais profundidade, acabamento e expressão para a make, mas, nesse caso, pode dar a impressão de que o olho é menor. Lápis de cores claras também são usados e podem dar a impressão de olhos maiores.

9. Lip Balm

É um produto com ou sem cor, que serve como hidratante labial e é bem importante, já que a pele dos lábios é mais delicada, sensível, fina e muito exposta aos danos das alterações climáticas. O Lip Balm pode ser usado antes do batom, especialmente dos que têm textura matte e podem ressecar a pele.

10. Maçã do rosto

É a região do centro do rosto, abaixo dos olhos, ao lado do nariz, a parte mais proeminente e mais alta das bochechas. Como essa é uma área que geralmente tem cor (especialmente quando a pessoa toma sol), quando a maquiagem é aplicada, a ideia é colocar cor no rosto, com blush.

11. Matte

É uma textura seca e sem brilho, que pode ser encontrada em qualquer produto que tenha esse acabamento opaco. No caso da aplicação de uma base matte, é interessante hidratar a pele antes, pois, se ela estiver seca, pode não absorver o produto da maneira como deveria. Se for usar o batom matte e a boca já estiver ressecada, você pode fazer uma esfoliação muito sutil (com produtos específicos ou uma mistura de açúcar e mel), hidratar e, depois, aplicar o batom.

Situações que enfrentamos ao usar o batom matte

12. Pincel chanfrado

É um pincel achatado com cerdas compridinhas em formato diagonal. Ele tem capacidade de fazer traços com precisão e serve para fazer delineados e preencher falhas de sobrancelha, por exemplo.

13. Primer

É um produto que deve ser aplicado antes da base e que serve para preparar a pele para receber a maquiagem. Existem vários tipos e você até pode aplicar mais de um, se tiver diferentes necessidades. Há primer hidratante para pele ressecada e primer matte para pele oleosa, entre outros.

14. Strobing

É uma técnica que ficou conhecida há um tempo e continua em alta. De maneira geral, é um contorno um pouco mais elaborado e natural. Nela, apenas a parte da iluminação é usada para criar o efeito de destaque e realce, sem o uso dos tons escuros, como é feito na outra.

15. Zona T

É a região da testa, passando pelo alto do nariz até o queixo, que forma uma letra “T” imaginária no rosto. Essa zona é a mais proeminente do rosto e pode ter mais oleosidade em algumas pessoas. Nesses casos, para diminuir essa textura e os poros dilatados, é aplicado um primer matificante.

Conheça os signos que todo mundo odeia – escute no nosso podcast!