5 formas de usar a queratina corretamente nos cabelos

Não é à toa que ela é a salvação dos seus fios!

Parece que basta ouvir a palavra “queratina” e o cabelo começa a ficar mais brilhoso, desembaraçado, com aquela cara de propaganda mesmo. Por mais que pareça exagero, essa proteína é essencial para restaurar os fios que já sofreram com diversos processos químicos. “Formada por aminoácidos, ela ajuda no processo de formação da estrutura do fio do cabelo. Serve para repor a perda de queratina devido ao excesso de químicas,  exposição ao sol, praia, piscina, prancha e outros fatores que danificam a fibra capilar”, explica o profissional Rafael Takaki, da Gioe Salão (RJ).

Quando você vai comprar esse produto das deusas, pode se deparar com alguns tipos que vão dificultar a escolha:

Reprodução/Giphy Reprodução/Giphy

Hidrolisada

É a versão concentrada da queratina, que proporciona maior absorção dos fios, podendo ser encontrada na forma líquida ou em gel. Mas o profissional alerta: “deve ser usada com moderação nos casos em que a fibra capilar esteja muito danificada, elástica”.

Líquida

Essa é a opção que você procura se quiser dar um toque poderoso às suas máscaras de hidratação. “Basta diluir 10 ml de queratina em água e deixar agir por 15 minutos, em média, e enxaguar em seguida. Lembrando que sempre após usá-la é bom hidratar o cabelo, pois ela pode deixar um aspecto de fios ásperos”, ensina Rafael.

Vegetal

A principal diferença é que ela é produzida com aminoácidos animais extraídos de vegetais como a batata. “Os benefícios são os mesmos, mas o que difere é que a vegetal não deixa os fios pesados, ao contrário da queratina animal que pode deixar a fibra enrijecida.”

Hidrogenada

É a forma mais comum usada na maioria dos cosméticos. “É boa para uso de manutenção de tratamentos capilares, porém, se o cabelo estiver muito danificado, não vai adiantar.”

Quanto às possibilidades de incluir essa proteína mágica no dia a dia, o profissional alerta para alguns cuidados:

  • O uso em excesso pode provocar o efeito contrário e enrijecer a fibra capilar. A dica para evitar esse problema é sempre aplicar uma máscara de boa qualidade em seguida;
  • Dê intervalos de pelo menos 15 dias entre uma aplicação e outra;
  • Nunca aplique diretamente no couro cabeludo.

1. Aplicando diretamente nos fios

Reprodução/Giphy Reprodução/Giphy

A queratina líquida de qualquer tipo pode ser aplicada diretamente nos fios, sempre lembrando de realizar o enluvamento para potencializar o tratamento. Lave com xampu, enxague e aplique a queratina, deixando agir por alguns minutos. Enxague novamente, hidrate com a máscara de sua preferência e finalize com condicionador.

2. Combinando com as máscaras

Reprodução/Giphy Reprodução/Giphy

Se você já tem um creme para hidratação favorito, a adição de queratina pode deixá-la ainda mais poderosa. “Uma forma eficaz de utilizá-la é com duas colheres (sopa) de máscara com uma ampola de queratina e algumas gotas de óleo de argan”, ensina Rafael. Aí não vai ter cabelo que não fique sedoso!

3. Combinando com outros produtos hidratantes

Reprodução/Giphy Reprodução/Giphy

Além de colocar na máscara, você pode também misturar com Bepantol líquido e óleos vegetais (Argan, de amêndoas, de coco…), sempre respeitando a composição de cada um. Adicione algumas gotas e misture os dois, seguindo o mesmo procedimento de hidratação normal.

4. Para fazer uma reconstrução poderosa

Reprodução/Giphy Reprodução/Giphy

Você já deve ter ouvido sobre reconstrução e cauterização, certo? Ambos os procedimentos têm como base a queratina, pois é proteína essencial para os fios que já passaram por mais do que podiam aguentar. “Esses tratamentos, como a cauterização a frio e a thermo reparação, são feitos por profissionais e prometem devolver a saúde capilar já na primeira aplicação, reestruturando a fibra capilar”, afirma Rafael Takaki, da Gioe Salão.

5. Como finalizador

Reprodução/Giphy Reprodução/Giphy

Hoje em dia você encontra produtos que levam a substância na composição de seus finalizadores, protegendo o cabelo das agressões de secador e chapinha, além de “fixar” melhor as hidratações.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s