Como fazer os cachos de Gisele Bündchen

Tenha o mesmo visual da modelo com o alisamento ao contrário - ou ondulação digital - e técnicas caseiras

O hair stylist Glecciano Luz, criador da técnica de ondulação digital (ou alisamento ao contrário), conta tudo o que você queria saber sobre a novidade. Confira:

Como é feita no salão

A ondulação digital é realizada com um aparelho de alta tecnologia, fabricado nos Estados Unidos. A novidade oferece quatro diferentes tamanhos de ondulação. Custo: cada sessão custa R$ 600. O efeito dura, em média, quatro meses.

Funciona para mulheres com fios grossos e lisos. O comprimento dos cabelos também ajuda no sucesso do alisamento. “Para garantir o resultado, o ideal é que o cabelo esteja na altura dos ombros, não muito longo. Ou o peso dos fios desfaz a ondulação”, revela o especialista.

O processo ondula os fios de uma forma muito natural. Também dá brilho intenso às madeixas, pois utiliza produtos com pouca química – ao contrário de técnicas antigas de permanente, que danificavam os fios.

Cabelos saudáveis

O alisamento ao contrário, feito com o aparelho americano, utiliza o ozônio durante a fase de manutenção da cabeleira já ondulada. “Os cabelos precisam de ionização para que as cutículas se fechem e as pontas dos fios não ressequem nem fiquem porosas”, explica Glecciano. Entre os clientes do salão carioca estão artistas como Cláudia Abreu, Malu Mader e Roberto Carlos.