Fios vermelhos: decifre quatro tipos de ruivo das famosas

O cabeleireiro Julio Crepaldi, do salão Galeria, de São Paulo, explica quatro tonalidades de cabelo das celebridades e conta o que você deve fazer se quiser manter a cor sempre bonita.

Siga o mdemulher no Instagram

Acobreado: Christina Hendricks e Marina Ruy Barbosa

Getty Images Getty Images

Getty Images (/)

Como é: tem base loira escura, mas é o tom cobre que predomina.

Em quem fica bem: pele morena clara com fundo rosado ou pele claríssima.

Como chegar: quem tem cabelo castanho médio ou escuro precisa descolorir os fios até atingir o loiro escuro. Em seguida, é aplicada uma coloração cobre.

 

Escuro: Demi Lovato e Paloma Bernardi

Getty Images Getty Images

Getty Images (/)

Como é: ruivo intermediário que fica entre o cobre e o vermelho.

Em quem fica bem: é democrático e combina com peles morenas e claras, rosadas e amareladas.

Como chegar: não é necessário descolorir o cabelo para chegar neste tom, apenas a tintura basta. O indicado é mesclar mechas de duas nuances (loiro escuro acobreado e loiro escuro acobreado vermelho, por exemplo) para conferir naturalidade. “O ruivo escuro chapado e uniforme é muito artificial”, diz Julio.

 

Strawberry blonde: Blake Lively e Jessica Chastain

Getty Images Getty Images

Getty Images (/)

Como é: loiro claro dourado com pouco pigmento cobre.

Em quem fica bem: peles claras ou muito claras com fundo rosado.

Como chegar: é preciso fazer sessões curtas de descoloração com água oxigenada (de 20 a 40 volumes, dependendo da tonalidade natural dos fios) até atingir um tom dourado claro. Depois, é aplicada uma tintura cobre suave.

 

Cereja: Cheryl Cole e Rihanna

Getty Images Getty Images

Getty Images (/)

Como é: base castanha com nuances vinho.

Em quem fica bem: peles morenas e negras.

Como chegar: não é preciso descolorir, basta aplicar uma coloração que tenha pigmentos vermelho e violeta (a mistura resulta nesse vinho) na composição.

 

Cuidados nos primeiros dias

Aquela água vermelha: é importante caprichar nas duas primeiras lavagens após a coloração para tirar o excesso de tinta no couro cabeludo. Sempre dilua uma medida de xampu para duas de água em um pote e aplique massageando a cabeça. Os xampus têm pH alto e provocam ressecamento se aplicados diretamente no fio, então a diluição os tornam menos agressivos.

Livre de manchas: para não estragar seu travesseiro, não durma de cabelo úmido e use uma toalha de cor escura por cima da fronha. O mesmo vale para roupas claras, que devem ser evitadas na primeira semana após a ida ao salão.
 

Deixe a cor vibrante por mais tempo

Banho de brilho: ele ajuda a deixar o cabelo brilhante e adia o retoque (deve ser feito a cada 30 dias para ruivos claros e a cada 40 dias para escuros). Misture duas medidas de máscara de cor branca com uma medida de tonalizante do mesmo tom de ruivo que você costuma pintar no salão.Passe nos fios e deixe agir entre 20 e 40 minutos, de acordo com as instruções da embalagem.
 

Em casa, produtos anti-desbotamento

Prefira cosméticos específicos para cabelo colorido. Eles têm pH ácido e  mantêm as escamas fechadas, retendo a coloração dentro do fio. Produtos com pH adstringente, como xampus anticaspa e de limpeza profunda, devem ser evitados porque têm ação contrária e retiram o pigmento.

Também é importante hidratar o cabelo a cada 15 dias com uma máscara à base de óleos essenciais, como argan e girassol, para devolver brilho, e usar um finalizador com proteção solar. “Ele forma uma película no fio e o protege dos raios solares e do calor do secador, que desbotam e queimam as mechas”, explica Julio.