Guia de no e low poo para iniciantes: o que você precisa saber antes de começar

É isso mesmo: lavar os fios sem usar xampu tem grandes vantagens para seus cabelos.

Provavelmente, você já ouviu falar das técnicas de no e low poo – ou já viu produtos com essas descrições por aí. Ambas dizem respeito ao uso limitado (low poo) ou não usar (no poo) xampu nenhum, além de excluir substâncias como parafinas, petrolatos, sulfatos, surfactantes e silicones insolúveis da rotina de beleza.

A maioria desses nomes difíceis são encontrados nos rótulos de xampus, condicionadores, máscaras e leave-in’s por aí, mas eles podem prejudicar a saúde do cabelo. Se você está pensando em aderir ao movimento de limpeza mais natural, a gente separou as dicas mais importantes e o que você precisa saber antes de começar.

Reprodução/Giphy Reprodução/Giphy

Reprodução/Giphy (/)

1. Doe os produtos que você não vai mais usar

Ao partir para a leitura de rótulos, há uma grande chance de não ter nenhum produto considerado “liberado” na sua casa. Isso não quer dizer que você precise jogar tudo fora e começar do zero! Uma das opções é continuar usando-os até acabar, mas, se a ansiedade for maior, você sempre pode doar para quem precisa.

2. Limpe todos os acessórios de cabelo

Pode parecer um pouco exagerado, porém, a ideia é eliminar quaisquer resquícios de óleos minerais, silicones, parafinas e afins das suas escovas, pentes, elásticos, presilhas e tudo mais. Em um balde, adicione um litro de água morna e 3 colheres (sopa) de um xampu com sulfato. Esfregue bem os itens e, caso sobre algum resíduo (parecido com uma cera), limpe com a ajuda de uma espátula.

Reprodução/Giphy Reprodução/Giphy

Reprodução/Giphy (/)

3. A primeira e última lavagem com sulfatos (e sem petrolatos)

A grande questão de ter ou não sulfato (ou Lauril Sulfato de Sódio) é que essa substância é um tipo de detergente, ou seja, remove gorduras e impurezas do couro cabeludo. As técnicas não usam produtos com esse ingrediente, pois, em excesso, ele remove mais sebo do cabelo do que deveria, causando um ressecamento em vez de melhorar o aspecto.

Para começar, você deve lavar os fios uma última vez com o xampu com sulfato, entre duas e três vezes para limpar todos os resíduos também de parafinas e silicones. Então, faça uma hidratação (ou nutrição) com outro produto liberado, lave e você já estará realizando a técnica.

Sempre que precisar “recomeçar” o no e low poo – quando você vai ao cabeleireiro e não leva seus xampus, por exemplo -, a chave é fazer exatamente esse mesmo processo.

4. Prefira ingredientes mais “naturais”

Mesmo para quem faz low poo, ou seja, usa xampus sem sulfato, mas os utiliza, a ideia do movimento é tratar os fios da forma mais natural possível. Óleos vegetais, como de coco, macadâmia e amêndoas, bicarbonato de sódio, vinagre de maçã, amido de milho e outros ingredientes disponíveis na sua despensa são muito bem-vindos nessa época.

Reprodução/Giphy Reprodução/Giphy

Reprodução/Giphy (/)

5. O tal do “co-wash”

Como coadjuvante da técnica, o co-wash nada mais é do que lavar o cabelo com condicionador. Não, você não leu errado: a ideia é substituir o uso de xampu (mesmo sem sulfato) por um creme liberado e fazer a higienização dos fios com ele. Por não ser um agente de limpeza tão poderoso como o xampu, o uso dele sempre deve estar aliado a outros produtos que não tenham as substâncias “proibidas”, pois ele não é tão eficiente nesses casos. Para usar o co-wash, basta fazer o mesmo processo que é feito com o xampu: aplicar no couro cabeludo e na raiz, passando levemente para as pontas, deixar por um minuto e enxaguar.

6. Desvendando as opções

A quantidade de informação inicial pode ser um pouco assustadora, sabemos, mas você tem várias opções para seguir dentro da técnica:

  • Usar xampu sem sulfato (nem petrolato) com um condicionador liberado, não necessariamente para co-wash. A indicação é usá-la 1x/semana, independente do low ou no poo, para evitar o acúmulo de resíduo nos fios.
  • Combinar o xampu sem sulfato (nem petrolato) com um condicionar com função de co-wash;
  • Somente o co-wash;
  • Condicionador co-wash com outro condicionador indicado para low poo;

O condicionador é mais importante que o xampu, pois ele promove a hidratação, limpeza e fecha as cutículas dos fios, que o xampu, por sua vez, abre. E isso evita o ressecamento.

Reprodução/Giphy Reprodução/Giphy

Reprodução/Giphy (/)

7. Alguns nomes para ficar de olho:

Petrolatos

  • Alcano (Alkane)
  • C12-20 Isoparaffin
  • C13-14 Isoparaffin
  • Dodecano/Dodeceno
  • Hydrogenated Polysobutene
  • Isododecano/Isododeceno
  • Isoparafina (isoparafin)
  • Óleo mineral (mineral oil)
  • Parafina líquida (Paraffinum Liquidum)
  • Petrolato (Petrolatum)
  • Vaselina (Vaselin)

Sulfatos

  • Sodium Laureth Sulfate
  • Sodium Myreth Sulfate
  • Sodium Lauryl Sulfate
  • Ammonium Lauryl Sulfate
  • Ammonium Laureth Sulfate
  • Sodium Trideceth Sulfate
  • Sodium C14-16 Olefin Sulfonate
  • Sodium Myreth Sulfate
  • Sodium Alkylbenzene Sulfate
  • Sodium Coco-sulfate
  • Ethyl PEG-15 Cocamine Sulfate
  • Dioctyl Sodium Sulfosuccinate
  • TEA-dodecylbenzenesulfonate
  • TEA Lauryl Sulfate

Silicones

A maioria deles é dissolvida com cocamidopropyl betaine, mas, para quem faz no poo ou co-wash, a indicação é fugir destes (que não são solúveis em água ou sem a substância):

  • Dimethicone
  • Dimethiconol
  • Phenyl Trimethicone
  • Amodimethicone

Dica: fotografe a listinha e use quando for comprar algum produto! 😉

☆ Descubra o significado de MARTE no seu Mapa Astral ☆