Máscara de hidratação: descubra a melhor para o seu cabelo

Siga o passo a passo elaborado pelo dermatologista Valcinir Bedin e descubra quais substâncias a máscara para cabelos que você usa precisa ter

Foto: Darcio Tutak

 

1. Falta de nutrição

Arranque um fio e ajeite-o sobre uma mesa de forma que a ponta fique ao lado da raiz. Se o diâmetro da ponta for menor significa que as químicas ou agentes externos, como sol e poluição, estão afetando a estrutura do cabelo. “Para solucionar, compre um produto com queratina ou nanoqueratina na fórmula”, indica o médico.

 

 

2. Pontas danificadas 

Observe a ponta. Se ela estiver mais clara que a raiz, pode estar deteriorada. Pontas duplas? Problema confirmado! Nesse caso, use hidratantes ricos em silicone.

 

3. Opacidade

Segure o fio esticado com as duas mãos e movimente-o. Verifique o quanto ele brilha. Se estiver opaco, é porque as cutículas estão abertas, comprometendo a capacidade de refletir luz. Recupere com máscaras com ativos hidratantes, como manteiga de karité.

 

4. Fios ressecados

Agora, passe o cabelo num prato com farinha. Se o fio reter muito pó é sinal que as escamas estão irregulares. Opte por máscaras altamente hidratantes, com colágeno, chocolate e óleos vegetais na fórmula.

 

5. Cabelos quebradiços

Pegue o cabelo e segure-o entre o polegar e o indicador. Deslize-o entre os dedos até que se formem espirais no comprimento. Mergulhe-o num copo com água e note quanto tempo ele demora para retomar a forma original. Quanto mais isso custar para ocorrer, menos elástico está o cabelo. Aposte em componentes hidratantes e queratina para recuperar a força.