Três novas escovas que tiram o frizz e alisam sem exagerar na dose

Veja como funcionam e quem pode apostar nas escovas de óleo de argan, mel e verniz

Novas escovas evitam a queba dos fios
Foto: Getty Images

Fios ultralisos à base de formol são página virada na história das modas capilares. “Além de a substância ter sido proibida, ninguém mais quer aquele cabelo megalisão de japonesa”, afirma a cabeleireira Cristiane Cassolari, do L’Officiel, em São Paulo.

Menos agressivas, as novas escovas progressivas garantem um aspecto mais natural para as madeixas. Confira três novidades do mercado de beleza:

Escova de óleo de argan

Esse óleo rico em antioxidantes possui alto poder hidratante. Seu princípio ativo é o ácido glioxílico, substância que por ter pH ácido sela as escamas do cabelo e o deixa menos sujeito a agressões externas.

Resultado
Madeixas assentadas (sem frizz) e ultrahidratadas! Nas primeiras semanas pode haver aumento da oleosidade dos fios.

Quem pode
Compatível com todos os tipos de cabelo por conter óleo em sua fórmula. É mais recomendável para madeixas com coloração, relaxamento e outras formas de alisamento (ou seja, com tendência a ressecamento).

Retoque e custo
A cada dois meses. Desde R$ 245.*
 

Três novas escovas que tiram o frizz e alisam sem exagerar na dose

Escova de mel tem poder antioxidante, rejuvenescendo os fios
Foto: Samuel Esteves/GLOSS


Escova de mel

O mel tem função antioxidante, bactericida e hidratante. A fórmula desse procedimento varia conforme o salão. Alguns dizem oferecer a escova 100% natural. Em outros ela possui 0,2% de formol ou 0,5% de amônia (nesses casos a aplicação é feita à distância de 1 centímetro da raiz).

Resultado
Se a escova é totalmente natural, ela apenas tira o frizz e hidrata. As com formol ou amônia garantem um liso natural e sem aspecto chapado.

Quem pode
Fica melhor em cabelos levemente ondulados ou com frizz. As versões com amônia “pedem” cabelos saudáveis e sem química.

Retoque e custo
A cada dois ou três meses. Desde R$ 350.*

Escova de verniz

Leva esse nome porque promete deixar os cabelos com aspecto envernizado, brilhante. Tem como ativo principal o tioglicolato de amônia, substância capaz de alterar a estrutura do fio, alisando-o. Como o PH desse composto químico é alto, ele consegue abrir as escamas do fio e deixá-lo mais maleável para ser moldado pela escova ou pela prancha. É preciso esperar 48 horas para lavar os cabelos após o tratamento.

Resultado
Liso escorrido para cabelos já lisos ou levemente ondulados.

Quem pode
Não há restrições, mas grávidas devem evitar a amônia.

Retoque e custo
De três em três meses. Desde R$ 450.*

*Preços pesquisados em salões de São Paulo e do Rio de Janeiro em fevereiro de 2011.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s