Como abrir um negócio próprio

Conheça o novo programa do governo que facilita a regularização da sua empresa e veja como é fácil abrir seu próprio negócio!

Como abrir um negócio próprio

Com o Programa do Microempreendedor 
Individual, você pode gerenciar sua firma
Foto: Dreamstime

Sentiu que é hora de ampliar seus negócios? Você precisa conhecer o Programa do Microempreendedor Individual, o MEI! Com ele, trabalhadores informais podem se legalizar sem burocracia ou taxas abusivas e ainda conseguir um número de CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas), que, por exemplo, facilita acesso ao crédito bancário para turbinar seu faturamento. 

Com o documento em mãos, você tem direito a benefícios, como cobertura previdenciária, redução de impostos e até o apoio do SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio a Micros e Pequenas Empresas) para gerenciar sua firma.

O passo a passo para virar sua própria chefe

Como sei se me encaixo no MEI?
Você precisa ter renda anual de até R$ 36 mil (R$ 3 mil por mês). Seu negócio deve ser do ramo comerciário, industrial ou serviços não intelectuais, como de ambulantes, camelôs, salão de beleza e prestação de serviços.

Como me inscrevo?
Primeiro, vá à prefeitura de sua cidade para saber se o local onde você tem empresa pode ser usado comercialmente. Então, entre no site do Portal do Empreendedor e cadastre-se, gratuitamente. O CNPJ será emitido na hora, gerando um documento que deve ser impresso e levado à Junta Comercial, que analisará a documentação.

Quanto precisarei pagar?
Na emissão do CNPJ você não paga nada. Após a formalização, a taxa será, em média, de R$ 57 por mês e mais nenhum imposto.

Quais as vantagens de me regularizar?
Além de ficar dentro da lei, você terá cobertura previdenciária para toda a família, como aposentadoria, auxílio-doença e salário-maternidade e, ainda, direito a serviços bancários para pessoas jurídicas.

Como a regularização fará meu lucro subir?
Você conseguirá crédito maior em bancos e, com isso, poderá investir em sua empresa para aumentar a renda. Legalizada, pode divulgar seu negócio sem medo.

Posso trabalhar de casa?
Sim. Sem patrão e com horário livre! Mas o negócio não pode provocar distúrbios por causa de barulho, por exemplo.

Posso contratar um funcionário?
Sim. A lei prevê a contratação de uma pessoa com remuneração de um salário mínimo. O custo mensal será de R$ 13,95.

Minha empresa rende mais de R$ 3 mil por mês. Como me regularizo?
Você pode se regularizar na categoria micro e pequena empresa (Simples Nacional). Para saber como, acesse o site do Sebrae.