Como dosar a ambição para que ela não vire ganância

Ter garra para correr atrás de um sonho é diferente de passar por cima de tudo para conseguir o que se quer

O personagem Bruno tem ambição e não é ganacioso como Félix
Foto: Divulgação

Determinação é o que nos faz correr atrás de uma meta. Mas existe um limite para não sair atropelando tudo na busca pela realização. “Ter ambição é positivo, é o que nos move. Agora, querer tanto a ponto de prejudicar os outros leva outro nome: ganância. E isso é destrutivo”, diz o psicólogo Claudio Paixão, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Para ficar fácil de entender, veja o exemplo de Amor à Vida: Bruno (Malvino Salvador) e Félix (Mateus Solano). Ambos querem ganhar mais dinheiro. Mas o corretor trabalha duro e estuda para ser advogado e ganhar mais para dar uma vida melhor à filha. Já o vilão… Ele rouba dinheiro do próprio pai e nem sente culpa! Veja como dosar sua ambição e usá-la a favor do seu sucesso.

DESCUBRA SE A SUA AMBIÇÃO JÁ VIROU GANÂNCIA

Grau 1 – É tudo o que me interessa

Ao começar um projeto é natural que sua dedicação seja total para ele. “Mas não deixe partes importantes da sua vida de lado, pois estará minando com um apoio essencial para seguir com a meta”, diz Paixão.

Para resolver:

– Atenção e tempo: tudo bem ter só duas horas para o marido por dia. Mas faça com que sejam as melhores horas de vocês!

– Faça intervalos: você precisa de respiros para recuperar o fôlego. Varie pausas ao longo do dia e descanse a cabeça e os ânimos.

Grau 2 – Uma busca (in) cansável

“Alavancar um projeto atrás do outro não é saudável. É importante voltar ao equilíbrio da rotina”, diz o especialista. Por isso, determine um tempo para alcançar sua meta: um ano, por exemplo. E, em seguida, marque um período de descanso.

Para resolver:

– Papo aberto: o jeito é negociar com família e amigos. Diga que você estará sumida por um certo período, mas que logo retomará a rotina.

– Reveze o sonho: dê chance para os projetos do marido, do filho… Revezar é a palavra para a harmonia do lar.

Grau 3 – Nem tudo será perfeito

Você escolheu um objetivo para se dedicar, então é natural que algumas coisas fiquem em segundo plano.

Para resolver:

– Seja paciente: se seu parceiro está sem paciência com sua ausência ou trabalhando duro para bancar seu investimento, mostre paciência e amor. Vocês precisam do apoio um do outro nessa hora.

– Vida social morna: as amigas já não ligam como antes? É natural: elas sabem que você anda ocupada. Dê você um alô de vez em quando!

Grau 4 – Persistir até conseguir!

“Insistir é fazer tudo do mesmo jeito, enquanto persistir é aprender com os erros e mudar o caminho para não fracassar de novo”, explica Paixão. Se não deu certo: busque novos meios para o mesmo fim, ok?

Para resolver:

– Reflita: onde será que você falhou? Para qual assunto é necessário estudar mais? Faltou técnica, conhecimento ou prática? É importante saber onde você deixou a desejar!

– Peça ajuda: quem está de fora vê melhor e pode apontar caminhos diferentes.

Grau 5 – Inveja do sucesso alheio?

Analise se sente inveja ou admiração pela conquista do outro. Na prática: você quer é a vaga da sua colega ou uma vaga bacana como a dela? Até aqui, é possível administrar de forma saudável a ambição. O passo seguinte já pode ser ganância: cuidado!

Para resolver:

– Na prática: pense em como você, com o seu contexto de vida, pode alcançar algo parecido com o que aquela pessoa conseguiu. E vá atrás.

– Conselhos: pegue dicas com quem você admira para seguir a mesma trilha de sucesso.