Como ganhar dinheiro com festas

Organizar baladas para os amigos é um jeito divertido de descolar uma grana - e você pode virar festeira profissional

Como ganhar dinheiro com festas

Aproveite as mídias sociais para divulgar sua festa (Orkut, Facebook, Youtube e mais!)
Foto: Getty Images

A estudante de relações internacionais Raquel Lessa, 19 anos, promove na garagem de sua casa, em São Paulo, festas para até 200 pessoas. O evento conta com pista de dança, petiscos – ”tem de ter comida para ninguém passar mal por beber demais” – e drinques preparados por barmans profissionais. A receita inclui também uma faxineira e dois seguranças, responsáveis por zelar pela preservação da residência. Toda a badalação custa para a estudante R$ 4,2 mil – e gera um lucro de R$ 3 mil, depois da venda dos convites (a R$ 35), que ela divide com dois irmãos-ajudantes.

Se para a maioria das pessoas festas são sinônimo de diversão, para garotas espertas como Raquel elas são também uma forma de turbinar o bolso. Mas organizar bons eventos depende de talento, tanto que muita gente faz disso profissão. A catarinense Aninha Andrade, 26, lançou há sete anos, em Florianópolis, a Dez Amigas Convidam, em parceria com nove mulheres. O objetivo era fazer uma superbalada só para os mais chegados, mas a festa ficou tão hypada que acabou se tornando um negócio.

Aninha então trocou o estágio na área de engenharia (no qual ganhava R$ 400 por mês) para virar promoter das suas próprias noitadas e passou a ganhar de R$ 5 mil a R$ 12 mil por evento. ”Eu nem sabia administrar bem o dinheiro”, conta ela. Mas aprendeu: usou a grana para abrir uma empresa. Em sociedade com a amiga Marina Shondermak, 26, contratou duas assistentes e inaugurou a Link Solução de Eventos (www.linksde.com.br), especializada em festas.

Confira, na próxima página, o que você precisa saber antes de montar sua festa!