Como não cair na malha fina do Imposto de Renda

Pequenos equívocos na hora de fazer a declaração de IRPF podem colocar contribuinte na malha fina. Saiba quais são os pontos que você precisa prestar atenção

Como não cair na malha fina do Imposto de Renda

Preste muita atenção na hora de preencher todas as informações necessárias
Foto: Getty Images

 

Todo começo de ano é caracterizado pelo período de entrega de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) à Receita Federal. Os contribuintes precisam reunir os documentos pertinentes à declaração e entregar uma base de cálculos. No ano de 2011, o período para a entrega das declarações do Imposto (ano-base 2010) inicia no dia 1º de março.


Quando a declaração é entregue pelo contribuinte dá-se início ao processamento eletrônico de revisão das informações declaradas. Ou seja, a famosa malha fina. É nesta fase que são realizadas as verificações para identificar erros de preenchimento e informações inconsistentes que podem caracterizar infração à legislação tributária federal. Saiba quais são os principais pontos que você deve se atentar para não ter problemas com a declaração:


1. Informar incorretamente dados sobre rendimentos, valores e CNPJ;


2.  Não informar todos os rendimentos recebidos ao longo do ano base;


3. Não informar rendimentos dos dependentes


4. Declarar dois contribuintes com o mesmo dependente. Exemplo: filhos que enquadram a mesma mãe na categoria;

 

Se você ainda tem dúvidas, leia mais informações no Exame.com