Dicas para viajar com economia

Está na hora de você embarcar rumo às férias dos seus sonhos! Confira estratégias para viajar sem gastar muito.

Dicas para viajar com economia

Viajar na baixa temporada é uma ótima maneira de economizar
Foto: Getty Images

1. Plástico mão na roda
O Cartão Caixa Turismo funciona como um cartão de crédito convencional. A diferença? Você pode usá-lo para parcelar o pagamento em até 24 vezes, com taxas de juro reduzidas em estabelecimentos turísticos credenciados. Para adquirir o nacional, é necessário ter renda mínima de R$ 400 e quitar a anuidade de quatro parcelas de R$ 15. Já para a versão internacional, a renda é de R$ 1.000 e a anuidade, quatro parcelas de R$ 21,50.

Pacotes de turismo por até R$ 1.000

2. O bom da baixa
Uma ótima maneira de viajar gastando pouco é embarcar na baixa temporada. O Ministério do Turismo, aliás, tem um projeto específico para estimular isso: o Programa Vai Brasil. No site, há pacotes a preços reduzidos. Você sinaliza a intenção de compra e as operadoras entram em contato para finalizar as negociações.

3. Hospedagem baratinha
Os albergues são a melhor saída para quem quer economizar. É possível escolher entre quartos individuais e coletivos (que você dividirá com outras pessoas). Para hospedar-se, é necessário comprar uma carteirinha, que tem validade de um ano: a individual nacional custa R$ 20 e a familiar, R$ 30. No Brasil, a diária de um albergue varia entre R$ 20 e R$ 40. Confira uma lista com opções em todo Brasil no www.hostel.org.br.

4. Passagens da alegria
Nunca foi tão fácil viajar de avião no Brasil. Os preços das tarifas se equiparam – ou são até mais baratos! – que as passagens de ônibus. E você pode poupar ainda mais, comprando com antecedência ou então aproveitando as muitas promoções de última hora das companhias aéreas. Os vôos em datas “mico”, como os da meia-noite de 31 de dezembro, também valem a pena. Outra dica? Cadastre-se nos programas de milhagens, que, a cada embarque, farão você juntar pontos que rendem descontos nas passagens. Veja mais em: Programa Smiles GOL e Varig; Programa Tudo Azul Linhas Aéreas; e TAM Fidelidade.

5. Seja uma sabe-tudo
Pesquisar, pesquisar, pesquisar. Não há melhor estratégia para economizar. Primeiro, faça uma varredura em todas as operadoras que oferecem pacotes para o destino da sua escolha. Compare os preços. Se preferir viajar sem ajuda de uma empresa, entre em contato com o hotel e negocie. Principalmente, siga dicas de outros viajantes. As comunidades do Orkut, por exemplo, são uma fonte inesgotável de táticas barateiras já testadas por outras pessoas.

6. Mão de vaca, sim!
Importante ter em mente que você pode continuar gastando pouco durante a viagem. Alguns truques infalíveis: fique de olho nas revistas dos aeroportos e hotéis que, geralmente, são recheadas de cupons de descontos no comércio local; na hora das refeições, procure locais fora do circuito turístico, onde os preços podem ser até 50% mais baratos; compre comidas em supermercados; acostume-se a andar com uma garrafinha d’água e lanches rápidos para não gastar com besteiras!