Dinâmica de grupo: dicas para se dar bem

Tudo o que precisa saber para se destacar no encontro com todos os candidatos

Dinâmica de grupo: dicas para se dar bem

Saiba como driblar situações que costumam eliminar candidatos
Foto: Getty Images

Como se portar na dinâmica de grupo

1. Não conhecer a empresa na qual deseja trabalhar
“O que sabem sobre a firma?”. Muitas vezes é com essa pergunta que o recrutador começa o bate-papo. Quem conhece mais sobre a empresa leva o troféu “diferencial”. E não é à toa: as companhias a-do-ram quem fez a lição de casa. “Isso mostra que o candidato se preparou”, revela Renato Grinberg, diretor-geral do portal de empregos Trabalhando.com.br. Para se dar bem, conheça a missão, a história e os concorrentes da firma!

2. Repetir um discurso pronto
Não exponha suas qualidades com frases clichês, como falar que é dinâmica e pró-ativa. “Há quem diga palavras sem ao menos saber o significado”, revela Carolina Stilhano, gerente de comunicação da Catho Online. Também não diga “eu fiz” para se referir aos resultados obtidos no emprego anterior. Nesse caso, falar em primeira pessoa pode mostrar que você é um pouco (ou muito!) individualista. Diga: “nós fizemos”.

3. Ficar entediada nos exercícios práticos da dinâmica
O recrutador pode pedir que você venda um produto, se apresente a partir de um objeto proposto ou crie um projeto com os outros candidatos. Sim, parece chato. Porém, essa atividade revela se você sabe argumentar e trabalhar em equipe. Para se destacar, mostre liderança, mas sem arrogância. “Interromper um colega, por exemplo, causa má impressão”, diz Grinberg. Então, permita que os outros falem para fortalecer o trabalho em grupo.

4. Querer ser sempre a primeira a falar
Mal perguntam quem será o primeiro a se apresentar e alguém já se manifesta. Acredite, essa iniciativa nem sempre é positiva. Por quê? O apressadinho pode ser visto como ansioso ou impaciente. Porém, se a vaga for para a área de vendas, espera-se que você seja comunicativa. Então, nesse caso vale estar entre as primeiras a falar.

5. Após se apresentar, ignora o discurso dos concorrentes
Jamais faça isso! Demonstrar entusiasmo e atenção enquanto os colegas falam pode ser um diferencial incrível. Vale, inclusive, reconhecer quando um deles tem um bom desempenho. Como? Por exemplo, concordando com algo que foi dito. Na sua vez, fale: “Como disse o fulano (grave o nome dele, hein!) é realmente importante gostarmos do que fazemos”. Lembre-se: a disputa pela vaga não é para mostrar qual é o melhor candidato, mas quem mais se encaixa no perfil formulado para o cargo.

Dicas para aumentar suas chances

Esteja adiantada
Chegue à entrevista com antecedência e anuncie sua presença 15 minutos antes do horário. 

Selecione as dúvidas
Faça apenas perguntas pertinentes. Deixe de lado questões referentes a detalhes que, inicialmente, não fazem diferença. 

Iniciativa
Tomar atitude não é o mesmo que atropelar os outros. Então, seja polida e saiba ouvir! 

Mostre admiração pela empresa
As chances dos candidatos que mostram comprometimento e interesse pela empresa são maiores.
 
Mande um e-mail
Após a entrevista, mande um e-mail de agradecimento ao avaliador. O gesto pode abrir portas. 

Telefone
Pergunte se pode ligar para saber o resultado da entrevista.

O que incomoda o entrevistador

– Falar demais a ponto de ser interrompida pelo recrutador. Isso significa que você precisa ser mais direta em suas respostas!
– Perguntar, logo de cara, os salários e os benefícios referentes à vaga oferecida.
– Não olhar diretamente nos olhos do entrevistador.
– Conversar com outros colegas da dinâmica enquanto um candidato se apresenta.
– Dormir. Acredite, isso é muito comum. E nem precisa falar que, caso a situação ocorra, você estará eliminada, não é?
– Fazer barulho com chaves, canetas, moedas, pulseiras…
– Contar histórias muito longas ou “causos”.
– Atender ao celular (deixe-o sempre para vibrar ou desligue-o).

A importância de Mercúrio no seu Mapa Astral – escute já!