Financiamento é coisa séria!

Antes de bater o martelo, pesquise qual seria a melhor condição financeira para você poder comprar a tão merecida casa própria

Siga o mdemulher no Instagram
Casa própria

Pense bem e pesquise antes de fazer
um financiamento
Foto: Dreamstime

Quer realizar o sonho de ter uma casa para chamar de sua? Desde a década de 70 nunca houve tanto dinheiro disponível para financiar esse tipo de compra. Apesar do vento favorável, nada de tomar decisões precipitadas. Em alguns casos pode valer a pena continuar morando por mais um tempo no aluguel, fazer uma poupança e dar uma entrada maior mais pra frente. “O ideal é financiar o menor valor possível, pois os juros e taxas do financiamento são mais altos do que o rendimento da poupança, por exemplo”, aconselha Amauri Gregório Bellini, presidente da Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação. Estude bem as oportunidades, coloque seu orçamento no papel.

Quanto mais longo o financiamento, mais você terá que desembolsar para pagar o seu imóvel

Quem faz um financiamento de longo prazo paga ao banco, no final das contas, um valor espantosamente mais alto do que pegou emprestado. Veja as simulações para um contrato de R$ 60 mil (o valor financiado) com correção de TR mais 12% e amortização pela Tabela Price:

• Financiamento de 20 anos ou 240 meses
Você paga ao banco parcelas mensais de R$ 711,51 e, quando quitar a dívida, terá pago o total de R$ 170.762,40!

• Financiamento de 15 anos ou 180 meses
Você paga ao banco parcelas mensais de R$ 767,06 e, quando quitar a dívida, terá pago o total de R$ 138.070,80!

• Financiamento de 10 anos ou 120 meses
Você paga ao banco parcelas mensais de R$ 902,96 e, quando quitar a dívida, terá pago o total de R$ 108.355,20!

Se considerarmos o prazo de 10 anos, que totaliza o menor valor devido ao banco, o seu prejuízo seria de R$ 48.355,20 em relação à possibilidade de comprar a casa pagando à vista!