Invista bem seu 13º salário

7 dicas para usar o 13º salário de forma inteligente para quitar suas dívidas e investir seu dinheiro

Invista bem seu 13º salário

Para quem quer guardar todo o valor do 13º, o consultor financeiro Mauro Calil diz que a melhor opção é a poupança
Foto: Getty Images


Fim de ano é época de uma graninha a mais no bolso de quem está empregado. Mas também é tempo de férias, festas e presentes. Para resistir à tentação de gastar tudo, o consultor financeiro Mauro Calil ensina como aplicar bem o 13º.

Confira sete lições valiosas para você usar bem o dinheiro extra.

1. Programe o pagamento de suas contas
De janeiro a março, você vai gastar um bom dinheiro com algumas contas inevitáveis: compra de material escolar, IPTU, anuidade de associações profissionais etc. Se der, já separe o valor desses gastos e controle-se para não torrar tudo agora!

2. Compre presentes com inteligência
Pesquise em várias lojas antes de se decidir. Depois, saiba pechinchar. Não aceite a primeira oferta que o vendedor fizer. Faça isso até conseguir um valor vantajoso. Vale até pedir para falar com o gerente.

3. Poupe para realizar um sonho
Com o dinheiro que sobrou, aumente seu investimento para o futuro – mesmo que seja pouco. Qualquer valor faz diferença! Se você guardar R$ 20 por mês, no final de 2010 você terá R$ 240 para fazer um curso, reformar a casa, viajar ou continuar poupando para alguma emergência.

4. Planeje as compras
Programar uma compra e pagar à vista é bom para economizar. Se você sabe que precisa de algo, pesquise o preço e guarde um pouco por mês. Por exemplo: se o item custa R$ 100 e você guarda R$ 10 mensalmente, em dez meses conseguirá comprar à vista, sem pagar os juros de um parcelamento. 

5. Invista no futuro dos seus filhos
Que tal abrir uma poupança para pagar a faculdade dos seus filhos? Ou contrate uma previdência privada para as crianças. É um investimento de longo prazo, mas que tem um ótimo retorno.

6. Acabe com suas dívidas!
Tente quitar as dívidas por completo ou pelo menos diminua o seu saldo devedor. Comece por aquelas que têm juros mais altos, como as de cartão de crédito e cheque especial. Também é possível renegociar um parcelamento com o credor.

7. Tenha um Natal econômico
Estimule a brincadeira de amigo secreto na família. Assim, você gasta com apenas um presente, em vez de comprar um agrado para cada familiar. Outra dica é fazer você mesma os presentes. Com materiais baratos, carinho e muita criatividade, você cria mimos originais. Que tal presentear com deliciosos bolos e biscoitinhos natalinos?

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆