Nota falsa, nunca mais!

Verifique a autenticidade da cédula e evite prejuízo

Nota falsa, nunca mais!

Cuidado! Jamais passe a nota adiante. Isso pode lhe render de seis meses a dois anos de detenção!
Foto: Divulgação

Acredite: não é falta de delicadeza conferir uma nota ao recebê-la. Muitas vezes, isso lhe poupará de receber cédulas falsas e levar um belo prejuízo para a casa afinal, após aceitas, dificilmente as notas serão trocadas.

Os bancos apenas as apreendem e enviam ao Banco Central (BC) para análise, explica Leon Alfonsin Vagliengo, gerente do Departamento do Meio Circulante, do BC. Confira no ato e, se desconfiar da autenticidade, não as aceite, aconselha.  Mais de 458 mil notas falsas foram apreendidas só em 2008.

Saiba como fugir dessa roubada!

Tipos de falsificação

Os dois principais são: 

· A impressão é feita em papel mais liso a nota não apresenta marca dágua nem alto-relevo. 

· A nota de R$ 1 passa por lavagem química e fica sem cor, pronta para ser impressa com valor maior. A tinta parece nova, mas o papel fica grosseiro, velho, explica Maristela Dardenne, gerente da MoneyTest, especializada em identificação de dinheiro falso.

O que fazer se receber uma nota falsa?

· No comércio: vá ao estabelecimento que lhe passou a nota e avise sobre sua autenticidade. Tente negociar, mas a pessoa não é obrigada a trocá-la depois de aceita. Caso ela tenha agido com má-fé e você tiver testemunhas, recorra a ações judiciais, aconselha Leon. 

· Em caixa eletrônico, durante o expediente bancário: retire um extrato no terminal para comprovar o saque e fale com o gerente da agência. Se não obtiver resultado, faça um boletim de ocorrência (B.O.) numa delegacia civil ou federal. 

· Em caixa eletrônico, fora do expediente bancário: pegue um extrato e registre um B.O. numa delegacia civil ou federal. No dia seguinte, fale com o gerente do banco. O banco não é obrigado a trocá-la, mas, geralmente, o faz para manter boa relação com o cliente, diz Leon.

Para identificar a cédula alterada é preciso conhecer a verdadeira

Conheça algumas características da nota de R$ 50, que, segundo o BC, é a mais falsificada  somente em 2007, 70% das 570 mil notas apreendidas eram deste valor: 

· Marca-dágua: num local com muita luz, segure a nota acima da altura da cabeça e repare na figura sombreada de uma mulher símbolo da República. 

· Marca tátil: elemento em alto-relevo que ajuda deficientes visuais a identificarem o valor. 

· Fibras coloridas: são pequenos fios verdes, vermelhos e azuis distribuídos pelo papel. 

· Alto-relevo: passe o dedo ou a unha na cara do tigre. A tinta é mais grossa que a de outras partes. 

Ferramenta: há uma caneta que ajuda a identificar a autenticidade da cédula. A Moneytest possui um modelo (veja no site www.moneytest.com.br). Faça um risco na cédula e, se ficar escuro, ela é falsa! O traço pode clarear, mas só desaparece totalmente quando a nota for verdadeira.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s