O segredo das boas vendas

Vender produtos de porta em porta pode ser lucrativo, desde que você siga os macetes de quem é da área

Nívea Stelmann

Quem é autônoma dificilmente fica parada, 
mas atenção com a concorrência!
Foto: Divulgação

Elvira, personagem interpretada por Nívea Stelmann na novela “Sete Pecados”, revendia produtos de beleza para se sustentar. Bom é que, além da ficção, é possível se dar bem com a atividade também na vida real. Mas é preciso ter em mente: como toda atividade autônoma, a venda direta exige disciplina de quem quer trabalhar sem horário e sem patrão, além de muita dedicação. Siga as regras de conduta de uma vendedora informal: 

• Diante de uma nova cliente, identifique-se, dando a referência da empresa para a qual trabalha e deixe claro o objetivo da abordagem. 

• A demonstração do produto deve ser precisa, sempre acompanhada com o catálogo demonstrativo, incluindo detalhes de assistência técnica, troca, etc. 

• Deixe sempre uma cópia do pedido com a cliente, identificando a empresa e como ela pode contatar você. Lembre-se de incluir as condições da venda, data de entrega do produto e pagamento. 

• Contatos pessoais ou telefônicos devem ser feitos em horários adequados, de preferência das 8 às 17 horas, respeitando a privacidade da consumidora. 

• Lembre-se sempre: empresas e vendedores diretos devem assegurar que o pedido seja atendido de forma correta, completa e no prazo. 

• Em caso de produtos danificados ou com defeitos, informe à empresa imediatamente, assegurando a troca do mesmo para a cliente. 

• Não faça promessas enganosas relativas ao produto ou que não sejam autorizadas pela empresa. 

• Sempre que questionada sobre informações dos produtos, seja clara e objetiva. Se não souber responder, informe-se com a empresa. 

Os segredos da profissão
 

Quer ser uma vendedora autônoma e se dar bem? Confira alguns macetes que podem ser bastante úteis nessa virada de vida: 

• Conheça e acredite no seu produto. Ser consumidora também ajuda a transmitir confiança. “Tenha em mente que você é a maior vitrine do que vende”, ressalta Nivaldo Frutuoso Júnior, gerente regional de vendas da Avon. Se, por exemplo, a cliente for comprar um creme, ela pode se interessar pelo batom que você está usando. E é aí que surgem as vendas espontâneas… 

• Tenha produtos de pronta entrega. A cliente recorre à profissional que a salva. “Faça um planejamento dos mais vendidos”, diz Andrea Eboli, da Natura. 

• Promova bazares. Para apresentar seu produto ou lançamentos, faça reuniões aos sábados à tarde. “É ótimo para aumentar a rede de clientes”, ensina Carlos Parente, vice-presidente da Associação Brasileira de Vendas Diretas (ABVED). Invista em brindes para sorteios e amostras grátis.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s