Seguro de vida: vale a pena fazer?

Você precisa de apenas R$ 10 por mês para contratar um seguro de vida e garantir a tranquilidade da família inteira em casos de incidente

Seguro de vida: vale a pena fazer?

Muitos seguros de vida cobrem invalidez por acidentes ou antecipam o pagamento se for detectada alguma doença de quadro irreversível
Foto: Getty Images

O que é seguro de vida?
Espécie de plano de ”investimento” para cobrir a falta de alguém. O cliente paga à seguradora um valor combinado todos os meses para que, num acidente ou imprevisto (como morte ou doenças), os beneficiários recebam a grana. Agora, se nada de ruim acontecer, o dinheiro não pode ser resgatado. 

Se você perder o emprego, terá uma carência de até 120 dias para ficar sem pagar (dependendo da seguradora). Lembre-se que é possível contratar seguro de vida com pouco dinheiro, mas quanto mais pagar à seguradora, maior será o valor para os beneficiários – pode chegar a mais de R$ 300 mil!

Quando vale a pena fazer?
Se você tiver filhos pequenos ou for a única fonte de renda da família

O que mais o seguro cobre?
Hoje, planos de seguro de vida oferecem muito mais do que cobertura apenas em caso de morte do segurado. Muitos cobrem invalidez por acidentes ou antecipam o pagamento se for detectada alguma doença de quadro irreversível. Outros ainda especificam em contrato pagamento em diagnósticos de câncer, por exemplo.

Eu consigo descontos?
Sim, basta ser saudável! Quem não fuma recebe desconto na hora de fechar contrato de seguro de vida. Mulheres também têm um preço camarada se comparado aos moços, porque, em média, vivem mais.

Dica do especialista
”Leia o termo de compromisso do seguro de vida antes de assinar e informe-se sobre o que os beneficiários têm direito. Alguns seguros cobrem, além de casos de morte, doenças graves”

Fonte: Gustavo Cerbasi é mestre em administração e finanças, professor em cursos de pós-graduação e MBAs e autor de nove livros, entre eles Dinheiro – Os Segredos de Quem Tem e Casais Inteligentes Enriquecem Juntos, ambos da Ed. Gente (R$ 32,90 cada).

* Os custos variam de acordo com cada seguradora. Preço referente a dezembro de 2010.