Veja 10 dicas práticas de como seguir em frente se você for demitida

Perdeu o emprego? Antes de entrar em pânico conheça alguns passos que podem te ajudar a se recolocar no mercado de trabalho.

Veja 10 dicas práticas de como seguir em frente se você for demitida

Algumas dicas podem te ajudar superar a demissão e seguir em frente em busca de um novo emprego
Foto: Getty Images

Ao perder o emprego, irritar-se e se isolar pode ser a sua primeira reação, mas perder a cabeça é muito pior. Negociar os termos da sua saída pode lhe render um melhor pacote de demissão, ou ao menos um pacote que atenda às suas necessidades imediatas, como dinheiro e a extensão de benefícios. Segundo a professora de Psicologia Aplicada a Administração de Empresas da PUC-SP e psicóloga, Ruth Trigo, fazer uma reflexão sobre a razão da demissão, rever toda carreira e estabelecer novas metas para encontrar um novo emprego podem te ajudar a se reestabelecer psicologicamente e trilhar um caminho para buscar um novo emprego. “No primeiro momento a demissão pode ser decepcionante para o profissional e alguns podem até sentir-se angustiados e deprimidos. Quem é mais segura profissionalmente pode conseguir diferenciar o motivo da demissão e a vida pessoal, ganhando pontos para iniciar a buscar de um novo trabalho”. Segundo a gerente de recrutamento e seleção, Viviane de Medeiros, da agência de empregos Base e RH, de São Paulo, além de manter a calma é fundamental rever o currículo e fazer um “network” com as pessoas com quem já trabalhou anteriormente avisando sua disponibilidade no mercado. Confira todas as dicas.

1. Em primeiro lugar mantenha a calma.

2. Estabeleça metas. Tenha em mente quais são seus novos objetivos profissionais e como você pode conquistá-los.

3. Elabore seu currículo de forma clara e objetiva colocando só o que você julga ser mais importante a sua carreira profissional.

4. Cadastre seu currículo em todas as consultorias de Recursos Humanos

5. Faça seu “network”. Relacione uma lista de pessoas com quem você já trabalhou, ou teve contato como: clientes, fornecedores, amigos e informe sua disponibilidade no mercado.

6. Busque sites de relacionamento profissional, como por exemplo, o “LinkedIn”, rede social que está em alta e tem sido muito utilizado pelas empresas.

7. Relacione as empresas que gostaria de trabalhar, procure informações sobre elas e busque canais para enviar seu currículo e quais são os períodos de contratação.

8. Se sua demissão foi por justa causa reflita sobre os motivos de seu desligamento e pense como você pode melhorar para não cometer os mesmos erros.

9. Se ficou muito tempo na mesma função ou atividade tente buscar novos cursos de atualização para renovar seus conhecimentos.

10. Ao ser convocado para entrevista de emprego, tenha sempre disponibilidade e não se atrase! Sua apresentação pessoal é seu cartão postal