7 dicas para deixar a roupa seca e cheirosa nos dias frios

Você nunca mais irá precisar de uma segunda lavagem!

Com o outono cheio de dias gelados e o inverno chegando, deixar as roupas secas e cheirosas após a lavagem é um desafio. As baixas temperaturas dificultam o processo natural de secagem e podem deixar a roupa com mau odor.

Para te ajudar a não sofrer com esse problema, nós conversamos com Ricardo Monteiro, especialista em higienização que atua nas lavanderias Quality e Prima Clean, e Claudia Rozembrá, consultora de moda e estilo. 

Siga estas dicas:

1. Mantenha o ambiente muito arejado

Nós sabemos que no frio, deixar as janelas abertas não é nada confortável. No entanto, se você quiser que suas roupas fiquem secas e cheirosas, é preciso fazer esse sacrifício, porque a ventilação natural é imprescindível para o processo. A dica é abrir as janelas da lavanderia e fechar a porta.

2. Posicione o varal perto de janelas

O vento direto acelera a secagem. Por isso, as roupas devem ser secas à sombra e ao ar livre ou em ambientes bastante arejados.

Evite os locais onde bate muito sol, pois “as fibras, além de queimarem, também desbotam com mais facilidade e acabam ficando enrijecidas”, recomenda Monteiro. Mas não precisa ser radical: “Você pode deixar algumas peças no sol da manhã, por poucos minutos, para facilitar a secagem”, complementa a consultora de moda. 

3. Use o ventilador

Em dias chuvosos, úmidos ou quando as janelas não derem conta, aposte no ventilador. “Ele funciona apenas para agilizar o processo em dias que estamos com pressa ou que o tempo não esteja ao nosso favor”, alerta Cláudia.

4. Pendure as roupas do jeito certo

Nem todas as peças de roupa podem ser penduradas da mesma maneira no varal para secar. “O ideal é que as peças de cima, como camisa, paletó, blaser, casaco e vestido, sejam colocadas em cabides“, conta o especialista em higienização. Ao passo que calças, bermudas, saias, shorts e peças de uso íntimo podem ser colocados no varal pelo cós, utilizando pregadores.

E atenção: pendure as peças de maneira simétrica e alinhada, sem sobreposições.  “Se a roupa for pendurada com uma ponta mais alta que a outra, há ainda chances de ela pender para um lado e ficar distorcida”, diz Rozembrá. 

5. Não exagere no sabão

Pode parecer estranho, mas o mau cheiro da sua roupa também pode ser causado sabão. Se utilizado em excesso durante a lavagem, ele acabará deixando resíduos, que, por não serem completamente dissolvidos pela água, resultam em um cheiro pouco agradável nas peças. Por isso, siga à risca as instruções dos rótulos da embalagem e acerte na quantidade!

Evite também pesar a mão no amaciante, cujo cheiro em excesso pode causar irritação no olfato.

Veja também

6. Mantenhas as máquinas de lavar e secar sempre limpas

Ao longo do tempo, os resíduos de produtos e fiapos de peças de roupa vão se acumulando, podendo, assim, causar o mau odor. Para evitar que isso aconteça é importante limpar com frequência, aproximadamente uma vez a cada dois meses, as máquinas de lavar e secar.

“Coloque dois ou três litros de água sanitária no processo de lavagem longo. Depois adicione um litro de vinagre de vinho branco ou maçã e, em um programa curto e com água fria, deixe a máquina fazer todo processo. No final, ela estará limpa e pronta para uso novamente”, instrui Ricardo Monteiro.

E não se preocupe, pois o vinagre possui ácido acético que neutraliza o cloro da água sanitária, inibindo qualquer resíduo que possa danificar outras roupas.

7. Lave com desinfetante específico (como Lysoform), bicarbonato ou vinagre

Colocados juntamente na máquina, eles ajudam a evitar e eliminar o mau cheiro das roupas, pois agem como um adstringente nas moléculas.

Outros produtos como suco de limão e sal marinho não são recomendados, já que contêm substâncias mais agressivas e podem danificar a peças, resultando em manchas e perda de cor.