Descubra os segredos do cheirinho de casa limpa

Especialistas ensinam a deixar aquele perfume que a gente adora no ar – e por mais tempo!

Depois de um dia exaustivo de faxina, a recompensa vem com aquele cheirinho de casa limpa que traz a certeza de que a missão foi cumprida com sucesso. Mas você sabe como conquistar esse aroma reconfortante? Bruno Magalhães, da empresa Mundo Irys, e Aline Silva, da Casa KM, dão dicas valiosas.

Casa limpa de verdade

“A regra número é a limpeza correta. Para remover a sujeira do piso, use vassoura ou aspirador de pó. Em seguida, passe um rodo com pano úmido ou esfregão em todo o piso, começando pelas extremidades mais distantes da porta”, alerta Aline. E Bruno complementa: “Prefira produtos que não necessitam enxágue – eles podem ser diluídos em água ou diretamente aplicados no piso. Além de economizar água, a fragrância acaba ficando mais acentuada”. E os especialistas dizem ainda que a superfície nunca deve ficar encharcada e precisa secar naturalmente.

A escolha do produto é a chave de tudo

“Um cheirinho gostoso alegra a vida, mas devemos estar atentos porque ele não é, por si só, garantia de limpeza. Alguns produtos trazem fragrâncias acentuadas e são pobres em formulações para combater bactérias”, alerta Bruno. Por isso, atenção na hora da escolha de cada um. Pesquise sobre as marcas e se informe sobre o uso, escolhendo o produto certo para cada fim.

Na cozinha e no banheiro, o mais comum é usar desinfetante e o mercado oferece esse tipo de produto com várias fragrâncias – as campeãs são pinho, eucalipto e lavanda. O álcool também é um curinga e vale pra qualquer ambiente – as versões com aroma de eucalipto são ótimas. Já os multiúsos têm uma gama enorme de cheirinhos, que vão de flores aos mais cítricos. Você pode escolher a fragrância que preferir, só fique atento se elas vão se harmonizar.

E não se esqueça das opções com base natural. “Percebo que elas deixam a casa com aroma mais neutro e não agressivo. Os produtos com base de d-limonenos levam um cheirinho de natureza para dentro da casa”, diz Bruno. Ele ainda alerta: “Produtos de cheiro forte advindo de formulações agressivas (com ácidos ou clorados, por exemplo) podem comprometer a segurança da família e dos animais de estimação. Prefira os que têm PH neutro”.

 Nada de exagerar na quantidade

Cada produto traz em sua embalagem as instruções de uso, que devem ser seguidas à risca. Nem pense em colocar um pouquinho a mais para deixar mais perfumado, pois o exagero pode prejudicar o revestimento e até deixar a superfície manchada e viscosa. “Há produtos que possuem uma quantidade mais acentuada de fragrância na fórmula. Procure por esses”, indica Bruno.

 Ambientes arejados são mais saudáveis

A casa precisa respirar. A luz do sol e o ar que circula acabam com a umidade e tiram o cheiro de mofo. Por isso, sempre que possível, deixe as janelas abertas pelo máximo de tempo.

Neutralize odores

Vale investir em ações específicas para não correr o risco do cheiro ruim se espalhar pela casa. No fundo das lixeiras, coloque bicarbonato de sódio. Depois de preparar um alimento na cozinha de cheiro forte, coloque para ferver água com cascas de frutas cítricas. Nos armários que ficam com cheiro de mofo, deixe pedaços soltos de carvão vegetal. No vaso sanitário, invista em pastilhas e outros agentes que são liberados com a descarga.

Finalize com aromatizadores

Se a casa ainda estiver bem limpinha, mas você sentir falta daquele cheirinho bom, recorra a produtos aromatizadores. Nessa categoria valem sprays, difusores, incensos, sachês… O importante é deixar o perfume que você gosta no ar.