Sabe o que é kokedama? Veja o passo a passo para fazer a bolinha de musgo

Confira o tutorial que montamos para te ajudar a fazer seu próprio kokedama e deixe a casa mais cheia de vida.

Siga o mdemulher no Instagram

 (Divulgação/Pinterest)

Kokedamas são plantas decorativas de origem japonesa. As chamadas bolas (dama) de musgo (koke) chegaram como uma alternativa mais barata ao bonsai e hoje estão entre as grandes tendências da decoração e do paisagismo.

A melhor parte é que é fácil fazer um kokedama e deixá-lo com o seu jeitinho!

Siga o passo a passo que preparamos e saia por aí pendurando essas lindezas.

1. Escolha uma planta adequada

KOKEDAMA-passo1

 (Ilustração Júlia Vicheti/MdeMulher)

O mais comum é encontrar kokedamas de orquídeas, que se adaptam muito bem. Mas, segundo a paisagista Mônica Cipelli, dá para escolher outras plantas, contanto que elas sejam adequadas ao local da casa em que você pretende colocá-las.

Em áreas com muito sol, dê preferência para frutíferas, palmeiras, roseiras, gerânios ou arbustos”Já em lugares de meia- sombra ou onde bate apenas o sol da manhã, aposte em “abacaxi-roxo, íris, pleomele ou aspargo”. Mas se você está pensando em colocar o kokedama dentro de casa, utilize “lírio da paz, orquídeas, violetas, kalanchoe, suculentas, marantas ou zamioculcas”.

2. Retire toda a terra das raízes da planta

KOKEDAMA-passo2

 (Ilustração Júlia Vicheti/MdeMulher)

Depois de escolher a planta perfeita para o seu kokedama, pegue a mudinha e retire cuidadosamente a terra que ficou em volta das raízes. Reserve a planta – ela volta à cena no passo 4.

 

3. Prepare a mistura que envolverá as raízes

Há duas receitas possíveis para essa mistura:

 Receita 1 > argila + terra + pedrisco tipo 1  + água 

kokedama-passo3-receita1

 (Ilustração Júlia vicheti/MdeMulher)

Nesse caso, a consistência da mistura é muito importante: “Ela deve ser adequada para que possa ser moldada, ou seja, nem ressecada e nem mole demais”, ensina a paisagista.

Então, anote as medidas da receita: 30% de argila (necessária para a moldagem), 10% de pedriscos (eles terão função de aerar a planta) e 60% de terra. A água é apenas para umedecer, então não exagere!

Essa receita é ideal para kokedamas feitos com plantas suculentas (cactos).

Receita 2 > tecido (malha, manta de bidin, TNT) + substrato + húmus + pedrisco 

kokedama-passo3-receita2

 (Ilustração Júlia Vicheti/MdeMulher)

Como mais tarde você irá fazer uma “trouxinha”, a consistência não é muito importante. Essa receita pode ser usada para qualquer tipo de planta e é recomendada para quem não quer se preocupar muito com a manutenção, pois não resseca com facilidade.

Lembre-se: quanto maior for a raiz da planta, maior será a quantidade de massa que você irá precisar.

 

4. Faça a bola do kokedama

Receita 1 

KOKEDAMA-passo4-receita1

 (Ilustração Júlia Vicheti/MdeMulher)

Com a massa na consistência ideal para moldar, abra-a, coloque a planta no centro, faça uma trouxinha e vá moldando uma bola envolta da raiz. Lembre-se de deixar pelo menos dois dedos do colo da planta para fora da bolinha.

Receita 2 

KOKEDAMA-passo5

 (Ilustração Júlia Vicheti/MdeMulher)

Corte um pedaço do tecido tamanho necessário para revestir a bola de kokedama. Em seguida, coloque a mistura preparada no passo anterior sobre o tecido. Coloque a planta no centro, faça uma trouxinha em torno da raiz e, depois, amarre o tecido – deixando pelo menos dois dedos do colo da planta para fora.

 

5. Cubra a bola com musgo

Agora, use musgo para envolver toda a superfície da bola.

Atenção: não é aconselhável usar o “musgo natural” em plantas que ficarão ao sol, pois ele pode morrer. 

 

6. Envolva o kokedama com linha

KOKEDAMA-passo6

 (Ilustração Júlia Vicheti/MdeMulher)

Na hora de escolher o material, dê preferência para fibras naturais, como linha de algodão e fio de sisal. Você também pode usar linha colorida para deixar mais divertido.

Para este passo, não há uma “receita” certa. Vá enrolando o kokedama do modo que achar melhor, até que fique firme e redondo. Quando terminar, dê um nó nas duas pontas do fio. 

 

7. Pendure

KOKEDAMA-passo7

 (Ilustração Júlia Vicheti/MdeMulher)

Utilize três pedaços de fio que tenham mais ou menos o mesmo tamanho. Escolha dois pontos simétricos do kokedama e mais um entre eles, amarre uma das extremidades de cada um na linha que já está enrolada na bola e junte-os no alto.

Depois, faça uma alça com a ponta dos três fios juntos e dê um nó. Aí é só eleger o melhor lugar para exibir sua plantinha.

Como cuidar

Se você escolheu pendurar o seu kokedama em um lugar onde bate muito sol, para hidratá-lo a dica é mergulhá-lo em uma bacia cheia de água, que o cubra completamente, pelo menos três vezes por semana. Nos outros dias, apenas borrife água no musgo e na plantas.

Já se estiver em local de meia-sombra, o mergulho na bacia deve ser de duas ou três vezes por semana.

Em ambos os casos, é recomendado acrescentar adubo líquido NPK 10-10-10 na água uma vez por mês.

Plantas que ficam mais longe do sol devem ser regadas uma ou duas vezes por semana e adubadas a cada dois meses. Se a planta está ficando seca ou murcha, aumente a quantidade de regas e verifique se não houve ataque de algum fungo.

Em casos de kokedamas com flores, o adubo líquido NPK 4-14-8 pode ser utilizado.