Veja como fazer um quartinho montessoriano e dê autonomia para seus filhos

O método utiliza móveis baixos e deixa tudo à mão para que os pequenos tenham liberdade em seu cantinho.

O método criado pela educadora italiana Maria Montessori tem um objetivo prático: fazer com que a criança se desenvolva com autonomia. Para isso, ela precisa se sentir livre e confiante em seu próprio espaço. Então, o quartinho deve ser todo pensado para a exploração dela! Móveis baixos, brinquedos e livros à mão, área livre para brincadeiras estão entre os pontos mais importantes de um projeto montessoriano.

Cadê o berço?

O método pode ser implementado até mesmo para bebezinhos. As camas baixas ou mesmo os colchões no chão são as alternativas ao berço e à caminha. E não precisa se preocupar, pois há acessórios como rolinhos e kits de berço que garantem que o pequeno não role para fora.

Assim, quando a criança já souber engatinhar ou andar, ela terá autonomia para levantar-se e deitar-se quando quiser.

Espelhos nas paredes

Essas são peças importantes e devem ficar a uma altura que a criança possa se enxergar inteiramente. Assim, ela começa a se conhecer e tomar consciência de seus movimentos. Para garantir segurança e evitar acidentes, a dica é optar por modelos de acrílico.

Barras de apoio

Sabe aquelas barras que usamos para que os idosos ganhem mais confiança e sintam-se seguros para caminhar? Pois o objetivo no quarto montessoriano é similar com as crianças. Fixe as barras à altura do bebê e permita que ele comece a se arriscar a ficar em pé.

Espaço de brincadeira e leitura

Se for possível, garanta uma boa área livre para que o pequeno possa sentar-se no chão para brincar e ler. Um tapete é uma boa pedida para trazer conforto. Almofadas e travesseiros também são bons aliados para deixar tudo mais gostoso. “Escolha opções que vão além das formas, inserindo personagens, permitindo a interação da criança e também auxiliando no estimulo à criatividade” aconselha Thayane Ramalho, diretora de criação da Biramar Baby, empresa especialista no ramo.

 (Biramar Baby/Divulgação/Reprodução)

Armários e prateleiras baixos

Os locais onde ficarão guardados os brinquedos e livros devem estar ao alcance das mãozinhas. Deixe tudo à vista para despertar o interesse. Na hora de comprar os móveis, escolha os de quinas arredondadas para evitar machucados.

Paredes a explorar

Nada de paredes branquinhas. Que tal aproveitar as superfícies incentivando a criatividade das crianças? Boas ideias são adesivos de lousa que permitam que os pimpolhos desenhem com giz e varais com livrinhos e fotos de família.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s