10 curiosidades que você não imagina sobre a Costa Rica

Se tem um povo mais good vibes que Los Ticos, não conhecemos

O Brasil enfrenta a Seleção da Costa Rica no segundo jogo da fase de grupos da Copa da Rússia e a gente está ansiosa por um bom resultado, né? Mas vai ser difícil torcer contra os costarriquenhos depois de descobrir que eles são pessoas maravilhosas e guardam tesouros naturais e gastronômicos únicos. Venha conhecer 10 curiosidades sobre o país centro-americano mais legal de todos.

Los Ticos

Quem nunca teve um apelido que atire a primeira pedra. Os costarriquenhos são conhecidos como Los Ticos e tem uma explicação para isso. Acredita-se que a origem do apelido seja pela forma como as pessoas usam os diminutivos das palavras a partir do sufixo “tico”. No Brasil, você já deve ter ouvido alguém falar “petititico” para se referir a algo muito pequeno, não?

Pura vida!

Sabe aquele bordão ou gíria que a gente usa sempre? Pois bem, os costarriquenhos têm o seu próprio. Eles usam o “Pura vida” para basicamente tudo, do bom dia de todas as manhãs ao obrigado por qualquer coisa. E o significado da expressão para eles é belo. O “Pura vida” simboliza o apreço pelas coisas simples da vida, a felicidade e a gratidão pelo que se tem. 

 (Reprodução/Giphy)

Ruas sem nomes

Para os estrangeiros se perderem na Costa Rica é uma tarefa fácil, viu! Lá as casas não têm números e as ruas não possuem nomes. Você deve estar se perguntando como eles se localizam, né? É preciso ter uma noção de onde é norte, sul, leste e oeste, antes de tudo! Os costarriquenhos se norteiam por coordenadas geográficas e pontos de referências, como edifícios e monumentos conhecidos. Também é bom ter um amigo “tico” para te ajudar a colocar as direções no Waze.

Tá calor? Toma um Granizado

Você já deve ter experimentado alguma vez na vida uma raspadinha, né? A refrescante sobremesa tem um nome diferente na Costa Rica: Granizado. Mas consiste basicamente em gelo raspado misturado com xarope. A versão menos light leva MUITO leite condensado por cima. O sorvetinho vem em diversas cores e sabores, o que deixa tudo mais divertido.

 (Reprodução/Giphy)

Sabor brasileiro

Falando em comidas, além da famosa raspadinha, a Costa Rica é conhecida por um prato único chamado Gallo Pinto. São espécies de bolinhos fritos feitos com arroz, feijão, pimentão, coentro e cebola. Arroz e feijão? Disso os brasileiros entendem bem. Huum, deu até água na boca.

Good vibes

Pelo menos é o que sugerem algumas pesquisas que consideram os costarriquenhos um dos povos mais felizes do mundo. O Banco Interamericano de Desenvolvimento revelou em um levantamento em 2008 que a Costa Rica ocupa o primeiro lugar no Índice de Satisfação de Vida entre os países latino-americanos. É sossego e paz interior que você quer, @? 

Bela Adormecida vulcânica

E não é que lá tem um danado de um vulcão que ficou quietinho na dele por 400 anos e resolveu, do nada, levantar e assustar geral? O conhecido Vulcão Arenal voltou a dar sinais de vida no dia 29 de julho de 1968 e desde então emite gases, vapores de água e fragmentos de rochas vulcânicas de forma constante e assustadora. Que medo!

 (Reprodução/Giphy)

Espanhol único

Tá pensando que falar espanhol é igual em todos os países que adotam a língua, é? Pois saiba que das 22 nações onde a língua espanhola é a oficial, apenas na Costa Rica se costuma puxar mais a letra R. Além do puxadinho da consoante, os costarriquenhos também possuem um sotaque considerado único no continente americano.

Belezas naturais sem fim

Você sabia que quase metade do país é ocupada por florestas? Pois lá a natureza é bem conservada e protegida por meio de leis que instituíram reservas, parques nacionais e refúgios botânicos. A imensidade de espécies é impressionante. O país centro-americano é conhecido por ter a maior concentração de orquídeas do mundo. 

 (Reprodução/Giphy)

Sem exército

A Costa Rica aboliu as forças militares em 1948. Enquanto seus vizinhos latino-americanos se afundaram em golpes de Estado com apoio de exércitos, os costarriquenhos não sofreram violações na sua democracia, sendo considerada uma das 22 mais antigas do mundo. O dinheiro economizado pela inexistência do poder militar é revertido para a educação e saúde do seu povo. O país já possui 96% da sua população alfabetizada e o sétimo melhor Índice de Desenvolvimento Humano da América Latina.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s