10 livros baseados em crimes reais que vão tirar o seu sono

Se você se interessa por histórias de crimes ou por acontecimentos que chocaram o mundo, está no lugar certo. Veja nossa seleção de livros sobre o tema.

Ao longo da história da humanidade, nos deparamos com todo tipo de acontecimentos horríveis. De grandes guerras a crimes hediondos, tudo o que foi vivenciado e noticiado está nas páginas de livros aos quais temos acesso hoje.

Se você é uma pessoa interessadas em se aprofundar nesses relatos medonhos, pode vir conosco. O MdeMulher selecionou 10 livros que falam sobre crimes chocantes da vida real – desde aqueles cometidos sem intenção, como o incêndio da boate Kiss, até os que mudaram o curso da humanidade, como o Holocausto.

Trouxemos um pouco de cada nicho para satisfazer a leitora que habita em você. E uma coisa garantimos: será uma jornada intrigante!

Confira nossas sugestões:

1- “Todo dia a mesma noite” – Daniela Arbex

Todo dia a mesma noite

 (Intrínseca/Divulgação)

Este livro da jornalista Daniela Arbex traz uma grande investigação além do que foi noticiado sobre a tragédia da Boate Kiss, que ocorreu em janeiro de 2013, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

Com uma vasta apuração e entrevistas com familiares das vítimas, médicos e equipes de resgate, “Todo dia a mesma noite” é uma leitura intrigante que não deixa apagar as memórias desse terrível acontecimento.

2- “Por que crianças matam” – Gitta Sereny

Por que crianças matam

 (Editora Vestígio/Divulgação)

Aos 11 anos, Mary Bell foi condenada pelo assassinato de duas crianças na Inglaterra. Seu julgamento aconteceu em 1968. O caso da serial killer chocou os ingleses por tamanha brutalidade vindo de uma mente tão jovem.

Instigada com o ocorrido e não satisfeita com o sensacionalismo criado em torno dos assassinatos, a jornalista Gitta Sereny resolveu investigar. Vinte e sete anos após sua condenação, Mary concedeu uma entrevista à autora e contou detalhes macabros sobre sua infância e seu envolvimento com o crime.

O resultado foi consolidado em “Por que crianças matam”. Imperdível!

3- “Memórias de um adolescente brasileiro na Alemanha nazista” – Elisabeth Loibl

Memorias de um Adolescente Brasileiro na Alemanha Nazista - Capa

 (Editora Melhoramentos/Divulgação)

A família Loibl imigrou para o Brasil durante a Primeira Guerra Mundial e viveu por aqui durante alguns anos. Mais tarde, retornou a seu país de origem, a Alemanha, com a esperança de ter um país melhor, segundo as promessas de Hitler.

Um dos filhos da família, Rudolf, nasceu em terras brasileiras e sofria agressões repentinas durante seu período na escola, pois os outros categorizavam-no como inimigo da nação.

Anos depois do rebuliço, ele resolveu compartilhar com a irmã, Elisabeth, a sua versão do caos que foi vivenciar um momento como aquele, dominado por preconceito, crise, fome e perdas. Um história de um sobrevivente da Alemanha nazista de tirar o fôlego.

4- “A mala de Hana” – Karen Levine

A mala de Hana

 (Editora Melhoramentos/Divulgação)

A mala de Hana‘ também conta a história real de uma garota no ambiente caótico do Holocausto. O relato é impactante e revela o que Hana e outras crianças tiveram que passar durante esse período horrível da história mundial.

5- “Mindhunter” – John Douglas & Mark Olshaker

Mindhunter

 (Intrínseca/Divulgação)

Provavelmente você conhece “Mindhunter” por causa da série da Netflix. Pois existe um livro que serviu de base para a produção da plataforma de streaming, e ele é muito interessante.

A obra acompanha o primeiro agente do FBI especializado em desvendar mistérios de crimes e encontrar serial killers. John Douglas se tornou famoso por suas técnicas eficientes de perseguição aos homicidas. Já confrontou nomes mundialmente conhecidos como Ted Bundy e Charles Manson.

Se você gosta de uma narrativa investigativa, não pode deixar de incluir este título em sua lista de leitura!

6- “O pior dia de todos” – Daniela Kopsch

O pior dia de todos

Daniela Kopsch traz, em “O pior dia de todos”, uma história baseada no que aconteceu no Massacre de Realengo, em 2011. O livro é narrado a partir das protagonistas Malu e Natália, duas primas que alimentam grandes esperanças dentro de si mesmas.

A obra fala muito sobre amizade, preconceitos, limitações e a dificuldade de ser uma menina em um país como o Brasil. A narrativa vai te surpreender.

7- “A sangue frio” – Truman Capote

A sangue frio

 (Companhia das Letras/Divulgação)

Um grande clássico atemporal, “A sangue frio” relata o assassinato brutal da família Clutter, em 1965, nos Estados Unidos. O autor Truman Capote descreve com precisão sua intensa investigação, que durou meses, e inaugura o jornalismo literário, algo não explorado naquela época.

Além de abordar o caso, o livro faz uma reflexão sobre o sistema judicial do país. Uma leitura realmente necessária.

8- “Holocausto brasileiro” – Daniela Arbex

Holocausto brasileiro

 (Geração Editorial/Divulgação)

De longe, um dos livros mais significantivos sobre a história do nosso país, “Holocausto brasileiro” é um soco no estômago que vai te acompanhar mesmo depois de finalizar a leitura.

A obra relata a história de maus-tratos do Hospital Colônia de Barbacena, em Minas Gerais, um hospício que internava pacientes à força e os mantinha em condições deploráveis.

Mais que necessária, é uma leitura de consciência e de conhecimento desse evento infeliz no nosso país, que foi escondido do público por muito tempo.

9- “Se não fosse o Cabral” – Tom Cardoso

Se não fosse o Cabral

 (Tordesilhas Livros/Divulgação)

O autor Tom Cardoso traz, em primeira mão, a biografia de Sérgio Cabral Filho, ex-governador do Rio de Janeiro que foi preso durante a Operação Lava Jato, após a acusação de que recebia propina para fechar contratos públicos.

A obra desmantela todo seu esquema e analisa um dos maiores esquemas de corrupção que o Brasil já presenciou.

10- “O devorador de sonhos” – Gordon Dahlquist

O devorador de sonhos

 (Suma de Letras/Divulgação)

Gordon Dahlquist escreve uma história envolvente sobre uma mulher, a Srta. Temple, que recebe uma carta misteriosa de seu noivo, Roger Bascombe, em que ele termina o relacionamento com ela. Sem entender nada, a moça acaba entrando em uma teia de aranha – e descobre que ele está correndo um enorme perigo.

A importância de Mercúrio no seu Mapa Astral – escute já!