20 curiosidades incríveis sobre ‘Homens de Preto’

Comédia sci-fi que confirmou a força de Will Smith em Hollywood completa 20 anos em 2017 e ainda arranca risadas até de quem a assiste pela milésima vez

Quando “Homens de Preto” estreou no cinema, 20 anos atrás, muita gente ficou em dúvida sobre o gênero do filme. Comédia? Sci-fi? Na dúvida, é uma comédia sci-fi, pronto. Também rolou uma levantadinha de sobrancelha com Will Smith no papel de Jay. Será que ele, o ~maluco do pedaço~, segurava MESMO um co-protagonista ao lado de Tommy Lee Jones? Opa, se segurou!

Leia mais: Tudo sobre Will Smith

O sucesso foi tão gigantesco que o filme ganhou duas continuações, em 2002 e 2012. Duas décadas se passaram, mas as curiosidades sobre a produção continuam fresquinhas (assim como a aparência de Will Smith – qual será o segredo dele para continuar com a mesma cara, do alto de seus atuais 48 anos de idade?). Vem com a gente conhecer 20 delas!

1. Steven Spielberg, produtor executivo do filme, ligou pessoalmente para Will Smith para convidá-lo para o papel de Jay. Will não acreditou que fosse realmente Spielberg do outro lado da linha e chegou a “recusar” o papel, achando que se tratasse de um trote.

2. Mas Will não tinha motivo para se achar a bolacha mais fresquinha do pacote, não. Antes de ele ser lembrado, Chris O’Donnell não aceitou o papel de Jay, porque estava dedicado a ser Robin em “Batman Eternamente” (1995) e “Batman e Robin” (1997).

 (Divulgação/Divulgação)

3. Outro que recusou o papel de Jay foi David Schwimmer. Os produtores o queriam porque ele estava super em alta em “Friends”. E foi justamente por causa da série que ele não aceitou participar do filme. Já imaginou o Ross como Jay? Que coisa esquisita!

 (Reprodução/Reprodução)

4. Will foi o próximo da lista porque a esposa de Barry Sonnenfeld, o diretor do filme, era fã dele desde “Um Maluco no Pedaço”.

 (Divulgação/Divulgação)

5. A outra parte da dupla principal também poderia ter sido diferente. Antes de Tommy Lee Jones aceitar ser Kay, ninguém menos que Clint Eastwood havia decidido não entrar nessa história.

6. Lembra que no final do filme Jay e Kay estão conversando sobre humanos que podem ser, na verdade, aliens infiltrados? Na versão original do filme, eles mencionam o jogador de basquete norte-americano Dennis Rodman, que sempre gostou de ser ~extravagante~ mesmo. Só que, como ele não é tão conhecido assim fora dos EUA, seu nome foi substituído pelo de Michael Jackson na maior parte das dublagens europeias e asiáticas.

 (Reprodução/Reprodução)

7. Esta deve ter passado batida por muita gente: nos créditos finais do filme, explica-se que “os animais e aliens usados neste filme não sofreram maus-tratos”. Bom, se o filme não é da Marvel, quem fica até o final dos créditos, né?

 (Reprodução/Reprodução)

8. Nenhum animal foi ferido MESMO. A Sociedade Americana de Defesa Animal supervisionou todas as cenas que envolvessem bichinhos e não permitiu sequer que baratas fossem pisoteadas. Quando Will Smith aparece pisando em baratas, na verdade ele estava esmagando sachês de mostarda.

9. O filme ganhou um tom mais de comédia do que de sci-fi a pedido de Tommy Lee Jones. O ator enxergou potencial cômico na história e acertou em cheio.

10. As piadinhas, de toda forma, não tiraram a precisão dos fatos sobre astronomia do roteiro. O site BadAstronomy, que sempre encontra erros e zoa os filmes que mostram bobagens sobre o espaço e planetas, deu o braço a torcer e até elogiou “Homens de Preto” nesse sentido.

11. Inicialmente, o filme se passaria no interior dos EUA, naquelas cidades em que bolas de feno passam rolando quando os mocinhos chegam, sabe? Mas o diretor insistiu que a história se passasse em Nova York, porque nova-iorquinos não se impressionam com nenhuma esquisitice. 😀

12. As vendas do modelo de óculos escuros usado por Jay e Kay no filme – a saber, é o Predator 2, da Ray-Bay – triplicaram depois do lançamento do filme.

 (Divulgação/Divulgação)

13. Quem participou das filmagens jura que Tommy Lee Jones chorava de rir quando rolaram as tomadas em que Jay e Kay ficaram cobertos de gosma, mas que Will Smith ficou bem p*** da vida.

 (Reprodução/YouTube)

14. Vincent D’Onofrio, que no filme é Edgar, se preparou para os movimentos limitados do personagem passeando por aí com joelheiras e tornozeleiras normalmente usadas para curar lesões de atletas. Ele também se inspirou em Peter Sellers em “Doutor Fantástico” (filme maravilhoso de 1964).

 (Reprodução/YouTube)

15. Já Will Smith, para entrar mais no clima do filme, participou de uma Convenção Alien em Las Vegas. Ele foi disfarçado, claro, para poder mergulhar melhor nesse universo.

16. O carro que Kay e Jay usam é um Ford LTD Crown Victoria 1987 adaptado. Ao fim das filmagens, o designer que o adaptou comprou o carro e o tem até hoje em casa.

 (Reprodução/Reprodução)

17. Embora muita gente ache que o visual de Jay e Kay tenha a ver com o de “Os Irmãos Cara de Pau” (filme incrível de 1980), a responsável pelo figurino, Mary Vogt, garante que sua inspiração foi o terno de Cary Grant em “Intriga Internacional” (filme imperdível de 1959).

 (Reprodução/Reprodução)

18. Frank, o cão pug que apareceu um pouquinho no primeiro e bastante no segundo “Homens de Preto”, foi tratado como astro: viajava na classe executiva com sua dona, ficava em suítes de luxo em hotéis durante as filmagens e só bebia água mineral. Infelizmente, Frank morreu pouco antes do começo das filmagens do terceiro longa (lançado em 2012).

 (Reprodução/Reprodução)

19. Linda Fiorentino ganhou o papel de Laurel Weaver em um jogo de pôquer com o diretor do filme.

 (Reprodução/YouTube)

20. A trilha sonora do filme vendeu mais de 3 milhões de CDs e rendeu a Will Smith um Grammy de Melhor Performance Solo de Rap pela música-tema, Men in Black.