30 destinos para quem gosta de curtir a natureza

Mato, cachoeira e cavernas até não ter mais pernas para fazer as trilhas <3

 

1. Alter do Chão, Santarém (PA)

O distrito de Santarém é conhecido internacionalmente como o destino de praia de água doce mais bonito do mundo pelo jornal inglês The Guardian. E não é à toa não: localizado à 37km do centro da cidade, as águas que banham a ilha vem do Rio Tapajós, há ainda o encontro do mesmo com o Rio Amazonas, o belíssimo espelhos d’água do Lago do Maicá e a comunidade ribeirinha. A sugestão de melhor época para curtir o local é entre março e junho quando florescem as vitórias-régias ou julho e novembro, que o rio baixa e as praias voltam a aparecer. Confira mais informações sobre o local

2. PETAR, Iporanga (SP)

O apelido abreviado do Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira pouco faz jus à beleza do lugar. Entre os municípios de Apiaí e Iporanga o lugar abriga mais de 350 cavernas (uma das maiores concentrações do planeta), tem uma das maiores extensões de Mata Atlântica original e mais dezenas de cachoeiras. E muitas trilhas para chegar lá, claro! Confira mais informações sobre o local

3. Chapada Diamantina (BA)

View this post on Instagram

@Regrann from @bemnaturalmontanhismo – Regrann @parquechapadadiamantina – Sweet paradise🙏"Pratinha". CHAPADA DIAMANTINA – BAHIA – BRASIL. Foto: @celiosomma Vista aventura: www.tracklog.com.br Aventure-se mais: www.clubedosaventureiros.com Quer aparecer nessa galeria? nos marque com @parquechapadadiamantina Siga também nossos parceiros e viva mais intensamente: @tracklog_brasil @clubedosaventureiros @bemnaturalmontanhismo @parqueserradosorgaos @parquepedrabranca @parqueserradatiririca @parquetrespicos #tracklog_brasil #tracklog #pratinha #bemnaturalmontanhismo #montanhas #parquechapadadiamantina #trilhas #clubedosaventureiros #escalada  #montanhismo #trekking #camping #paraiso #viagem #aventura #outdoor #trilha #mochilao #bahia #grutas #montanha #ecoturismo #expedicoes #lugareslindos #goodday #NoFilter #ChapadaDiamantina #Travelgram #Adventure

A post shared by TRACKLOG (@tracklog_brasil) on

Com certeza você conhece alguém que já foi para um dos destinos mais paradisíacos e conhecidos pela extensa natureza brasileira. Ponto de nascentes dos rios das bacias de Paraguaçu, Jacuípe e Rio de Contas, fontes de inúmeras cachoeiras, cavernas e grutas deslumbrantes, não faltam opções para desbravar o parque. Não deixe de conhecer o Vale do Capão, que dá acesso à Cachoeira da Fumaça e o Morrão, dois pontos turísticos famosos (e imperdíveis). Confira mais informações sobre o local

4. Trindade (RJ)

View this post on Instagram

Jungle run! @mstrgringo

A post shared by Hana Bauman-lyons (@hanablt) on

Pertinho de Paraty, Trindade fica situada dentro da Área de Proteção Ambiental do Cairuçu com muitas praias, trilhas e cachoeiras pelo caminho. A praia do Cachadaço tem uma piscina natural ótima para mergulhos de snorkel com direito a muitos peixinhos simpáticos da fauna <3. Confira mais informações sobre o local

5. Monte Roraima, Venezuela

Sim, é aquele lugar místico e sagrado do eterno Comendador, personagem de Alexandre Nero na novela Império. E tem muitos bons motivos para ser tudo isso: é o limite da fronteira tríplice entre Venezuela, Guianas e Brasil, é ideal para quem gosta de fazer trekking e trilhas e toda a beleza das montanhas. Confira mais informações sobre o local

6. Açutuba, Iranduba (AM)

Para quem curte praia de água doce, a praia de Açutuba é imperdível com sua areia branquinha e tom azulado das águas do Rio Negro. Entre agosto e setembro a vazante dos rio já começou e a praia aparece, além de restaurantes locais deliciosos e pequenos. E mesmo estando no roteiro de muitos turistas, a praia continua sendo um destino tranquilo para curtir o sol. Confira mais informações sobre o local

7. São Thomé das Letras (MG)

Localizado no alto da Serra da Mantiqueira, São Thomé é uma boa escolha para quem gosta de estar entre as montanhas. A cidade das pedras tem muitas cachoeiras e principalmente grutas, que ficam no Complexo de Sobradinho. É também destino-amigo de quem gosta de esportes ao ar livre como rapel, trekking, montanhismo, off-road e canyoning. Confira mais informações sobre o local

8. Cumuruxatiba (BA)

View this post on Instagram

Paz 🍀🌅🚣⛺

A post shared by Piera Portela (@pieraportela) on

Já sonhou em se deparar com uma belíssima baleia jubarte nadando pertinho de você? De julho à novembro a região charmosa de Cumuru, como é conhecida, recebe a visita desses mamíferos e suas acrobacias ostensivas. É um delicioso vilarejo de quatro mil habitantes.

9. Ilha de Boipeba, Cairu (BA)

Em Boipeba é assim: de um lado oceano e do outro o estuário do Rio do Inferno. E em Moreré você encontra grandes piscinas de água morna e pela região manguezais naturais também. É um lugar bem tranquilo e acostumado a viver com a fauna e flora em paz. Ah, você sabia que o nome da ilha é a tradução do tupi para “cobra chata” (as tartarugas) que ali vivem? Confira mais informações sobre o local

10. Praia de São José, Itacaré (BA)

Tanto para quem quer curtir a praia em um hotel mais luxuoso como para quem procura cantinhos gostosos para descansar ouvindo o som do mar, São José tem opções para todo mundo. Trilhas, esportes, mergulhos e até um lendário passeio de canoa por entre o Rio de Contas, feito pela comunidade ribeirinha que conta e canta as histórias do lugar. Confira mais informações sobre o local

11. Praia do Sono, Paraty (RJ)

Sim, a Praia do Sono é um lugar maravilhoso para descansar completamente. É também ótimo para fazer um mergulho em piscinas naturais do córrego Jamanta, como o Poço do Jacaré. E a verdade é que dá para conhecer o tal do Rio do Sono que dá nome ao pedaço de areias brancas e águas calmas e cristalinas. Confira mais informações sobre o local

12. Galinhos (RN)

Aqui é possível ver uma grande parede de sal que, de longe, parece neve. Com tamanha quantidade de sal você pode tirar uma foto igual ao pessoal do Mar Morto, pois é entrar na água e ficar boiando. Há também um parque eólico na região que fornece a energia para os 2.300 habitantes da região. E é de uma tranquilidade sem fim!

13. Ibitipoca, Lima Duarte (MG)

Imagine só você se deparar com um lugar chamado Janela do Céu. Lá do alto da cachoeira no Ribeirão Vermelho parece mais uma “piscina natural de borda infinita”, descendo com mais 7 quedas. E ainda tem mais grutas, cachoeiras e até um cânion para ver no Parque de Ibitipoca! Confira mais informações sobre o local

14. Praia da Juréia (SP)

Pertinho de São Paulo tem muitos destinos litorâneos bacanas e a praia da Juréia em São Sebastião é um deles. Com uma bela parcela de Mata Atlântica preservada e pouco da urbanização que estamos acostumados a ver, o cantinho calmo do litoral paulista tem ainda um encontro do rio com o mar.

15. Ilha Comprida (SP)

Dá para pegar o Catamarã e curtir os 200km ao longo da região, mergulhar nos mares de dentro e fora, ver manguezais e muito mais da flora e fauna local. Tem uma infraestrutura melhor e conta com passeios organizados para os principais pontos turísticos. Confira mais informações sobre o local

16. Apiaí (SP)

Também pertinho do PETAR, a cidade de Apiaí é a escolha de quem procura economizar na estadia – até porque ficar em Iporanga pode sair mais caro do que o planejado. E partir daqui para conhecer as cavernas de Caboclos, o núcleo mais aventureiro do parque estadual. Confira mais informações sobre o local

17. Ilha Grande, Angra dos Reis (RJ)

Pertinho de Paraty, a Ilha Grande tem lagoas paradisíacas para visitar e ótimas para mergulhar e dar um alô para os peixinhos da região. E o subterrâneo passeio da Gruta do Acaiá que proporciona um verdadeiro espetáculo luminescente da água do mar vista debaixo. Confira mais informações sobre o local

18. São Francisco Xavier, Vale do Paraíba (SP)

Para curtir um momento à dois rodeado de natureza, São Francisco Xavier é uma boa pedida. Com muitos mirantes na Serra da Mantiqueira, vocês podem aproveitar um lindo pôr do sol com cachoeiras por perto e muitos animais.

19. Canyons, Cambará do Sul (RS)

Se você achava que para conhecer as grandiosas formações dos cânions precisaria ir para os Estados Unidos ou para a Europa, pense novamente. Em Cambará do Sul tem tudo isso em paisagens de tirar o fôlego, como em Itaimbézinho, um dos pontos mais famosos da região. E prepare os casacos, pois o local é conhecido por registrar as temperaturas mais baixas do país no inverno e até ver neve! Confira mais informações sobre o local

20. Termas de Jurema (PR)

Águas bem quentinhas em piscinas naturais, banho de lama (para renovar a pele) e toda a grandiosidade de um resort que disponibiliza um parque de termas vindas diretamente da fonte.

21. Taipu de Fora, Península de Maraú (BA)

Grandes piscinas naturais que se formam entre os recifes de corais e são bem convidativas para os mergulhos na praia. Mas a península tem ais 50km de praias também, o que aumenta as possibilidades para quem quer aproveitar bem o sol! Confira mais informações sobre o local

22. Chapada dos Veadeiros, Alto Paraíso de Goiás (GO)

View this post on Instagram

Practicing some #acroyoga ❤️

A post shared by João Paulo Vieira Borges (@jopaborges) on

Por ser um berço hidrográfico nacional o Parque Estadual da Chapada dos Veadeiros apresenta muitas opções de cachoeiras, como a de São Jorge, que ainda conta com cânions e um Vale da Lua como o Deserto do Atacama. Só que menos seco! Confira mais informações sobre o local

23. Jalapão (TO)

Já pensou em conhecer um destino diferente no Tocantins? Tem o Fervedouro, que são águas impossíveis de afundar, o brilhante Capim Dourado (lembra da música “Alecrim Dourado”?), a comunidade quilombola remanescente Mumbuca e a maior ilha fluvial do mundo, a Ilha do Bananal. Nem precisaria de mais, não é mesmo? Confira mais informações sobre o local

24. Itatiaia (RJ)

O primeiro parque nacional do país com 30 mil hectares merece uma visitinha, certo? Repleta de montanhas e trilhas para desbravar os 2.800m de altitude, você com certeza vai se deparar com o caxinguelê, uma espécie de esquilo e símbolo do parque.

25. Icaraí da Amontada (CE)

Aqui a ideia é realmente se desligar do mundo e ficar em paz. Nada de sinal de celular, redes grandes de hotéis e restaurantes três estrelas Michelin: a 220km de Fortaleza, os ventos são fortes e as praias desertas. E isso sem falar das piscinas naturais e dos Lençóis Cearenses! Confira mais informações sobre o local

26. Serra da Canastra, São Roque de Minas (MG)

Sabe aquele queijo maravilhoso que você sempre conheceu como sendo o Serra da Canastra? Pois bem amiga, é dessa região que ele vem! Além dessa guloseima, dá para visitar o Parque Estadual que abriga (e protege) a nascente do Rio São Francisco e a primeira queda do “velho Chico” que hoje é a cachoeira Casca D’Anta, com 200m. Confira mais informações sobre o local

27. Capitolio (MG)

Parece propaganda do perfume da Dolce&Gabbana, mas não fica na ilha de Capri, na Itália. Porque a região dos cânions se aprofundam até o Lago de Furnas e mostram as paisagens paradisíacas. E você pode ver a cidade no topo do Morro do Chapéu a 1.293m de altura. Confira mais informações sobre o local

28. Chapada dos Guimarães (MT)

Alguma vez você já considerou passar as férias no Mato Grosso? Se ainda não tiver pensado nisso, reconsidere: cachoeiras e grutas muito lindas te esperam lá. E vegetação verde, verde até perder de vista. Confira mais informações sobre o local

29. Serra do Roncador (MT)

View this post on Instagram

#bomdia #naturezalinda , #vamospreservar ,#mico

A post shared by Cristina Ridrigues (@cristinarodrigues77) on

O nome engraçadinho tem um motivo interessante: a força do vento que bate na região dos paredões produz um barulho alto e contínuo que se assemelha ao ressoar quando dormimos. E é considerado um lugar místico que será o berço do Quinto Império, marcando uma Nova Era. Confira mais informações sobre o local

30. Paraty-mirim, Paraty (RJ)

View this post on Instagram

No fim de tarde. O famoso nêgo do mirim e essa viola.

A post shared by nando (@fernando_paraense) on

Para fugir da agitação e do grande número de turistas de Paraty, percorra um pouquinho mais de carro ou barco até Paraty-mirim, um pedacinho charmoso de história ribeirinha. E tem reserva indígena e cachoeira na estrada!

A importância de Mercúrio no seu Mapa Astral – escute já!