5 fatos que fazem o legado de Audrey Hepburn ir além do “pretinho básico”

A Audrey Hepburn por trás das câmeras

O legado de Audrey Hepburn é fortemente ligado a seu papel como Holly Golightly, em “Bonequinha de Luxo”. O filme rendeu à Hepburn uma indicação ao Oscar e consolidou sua reputação como a mulher mais elegante de Hollywood. Mas, embora as inovações da atriz no cinema e na moda ainda sejam celebradas muito tempo após sua morte, alguns fascinantes aspectos de sua vida pessoal nem sempre recebem a mesma atenção. Em homenagem à atriz, que teria completado 86 anos no último dia 4 de maio, o The Huffington Post compilou alguns dos fatos menos conhecidos sobre ela.

1.Hepburn se considerava introvertida
audrey introvert

Embora Holly Golightly possa não ser o tipo que recarrega as baterias em casa com um livro depois de uma semana de eventos sociais, Hepburn precisava justamente disso. Na verdade, a estrela teria dito que seu papel em “Bonequinha de Luxo” foi desafiador, por causa de sua personalidade tranquila. “Sou introvertida”, teria dito a atriz, de acordo com a biografia produzida pelo canal “Lifetime”.

“Representar uma garota extrovertida foi a coisa mais difícil que já fiz.” Hepburn também revelou sua introversão numa edição da revista “Life”, em 1953. “Tenho que estar sozinha frequentemente”, disse. “Ficaria muito feliz se passasse de sábado à noite até segunda de manhã sozinha em meu apartamento. É assim que me refaço.”

2. Hepburn era insegura sobre sua aparência.
audreyglamourgif

Desde seus dias de “Bonequinha de Luxo”, Hepburn tem sido admirada por sua sofisticação, sua marca registrada. Inúmeros ensaios de moda retrataram os figurinos mais memoráveis da atriz e fashionistas ainda recorrem a ela quando buscam orientação sobre como se vestir bem. No entanto, a mulher que era adorada por sua aparência via coisas que não gostava quando se olhava no espelho.

“Ah, eu gostaria de ter mais peito”, disse uma vez, de acordo com a revista “People”.”Gostaria de não ter esses ombros angulares, pés grandes e esse narigão.”

3. Hepburn fez bicos antes de estrear no cinema
audrey

Embora algumas fontes estimem que Hepburn tenha faturado US$ 6 milhões (R$18,6 milhões de reais no câmbio atual) com “Bonequinha de Luxo”, houve uma época em que ela teve que fazer bicos para ganhar dinheiro. De acordo com Ian Woodward, no livro Audrey Hepburn: Fair Lady of the Screen (Audrey Hepburn: A Bela Dama do Cinema, em tradução livre), Hepburn trabalhou como assistente de dentista, arquivista, e às vezes dava aulas de francês.

4. Hepburn sobreviveu à ocupação nazista da Holanda.
audrey

A vida adulta de Audrey Hepburn foi marcada pelo glamour de Hollywood e riqueza. No entanto, teve que enfrentar um período muito difícil quando era jovem, durante a ocupação nazista da Holanda, para chegar lá. Naquela época, Hepburn ficou subnutrida devido à falta de comida e supostamente teria se alimentado de bulbos de tulipa para sobreviver. A atriz também perdeu vários familiares por causa da participação deles nos esforços de resistência ao nazismo.

5. Hepburn era defensora de causas humanitárias

UNICEF/ Hulton Archive/ Getty Images UNICEF/ Hulton Archive/ Getty Images

UNICEF/ Hulton Archive/ Getty Images (/)

Em parte por causa de suas experiências durante a guerra quando jovem, Hepburn se voltou para ações humanitárias anos mais tarde. A estrela era Embaixadora da Boa Vontade da UNICEF e recebeu o Prêmio Humanitário Jean Hersholt. “Sou testemunha do que a UNICEF significa para as crianças, porque estive entre os que receberam comida e ajuda médica depois da Segunda Guerra Mundial”, disse a atriz, em 1989. “Tenho uma enorme gratidão e confiança no que a UNICEF faz.”

Anos após sua morte, a marca de Hepburn na indústria do entretenimento continua visível. Tomara que os fãs se lembrem da atriz não apenas pelos personagens que representou.

 

Matéria publicada em brasilpost.com.br

A importância de Mercúrio no seu Mapa Astral – escute já!