‘Adoráveis Mulheres’, com Emma Watson e Saoirse Ronan, ganha trailer lindo

O filme é a mais nova adaptação de "Mulherzinhas", aclamado livro de Louisa May Alcott que quebrou paradigmas em meados do século 19.

Desde que foi anunciado, o filme “Adoráveis Mulheres” vem gerando expectativa e receio – e há várias razões para isso.

Para início de conversa, o elenco conta com nomes bem empolgantes como Saoirse Ronan, Emma Watson, Meryl Streep, Laura Dern e Timothée Chalamet, além de Eliza Scanlen, a garota que brilhou em “Sharp Objects”. Assinando a direção e o roteiro, temos outro nome badalado: Greta Gerwig, que concorreu a dois Oscars por “Lady Bird” – tornando-se uma das únicas cinco mulheres nomeadas na categoria de Melhor Direção até hoje.

O motivo para receio é que a história de “Adoráveis Mulheres” já foi contada MUITAS vezes, pois é a adaptação de um livro clássico, lançado em 1868. Escrito por Louisa May Alcott, no Brasil ele tem o título de “Mulherzinhas”.

A adaptação mais conhecida é de 1994 – e cravou Winona Ryder como a grande jovem atriz da época. Ela foi indicada ao Oscar de Melhor atriz aos 23 anos, logo após ter sido nomeada na categoria de Atriz Coadjuvante, por “A Época da Inocência”.

Winona Rider, na adaptação mais famosa de “Mulherzinhas”

Winona Rider, na adaptação mais famosa de “Mulherzinhas” (Adoráveis Mulheres/Reprodução)

O livro é uma obra à frente de seu tempo. Ele gira em torno das irmãs Meg, Jo, Beth e Amy, que moram com a mãe, enquanto pai está na Guerra Civil americana. Elas têm personalidades bem diferentes e Jo se sobressai como uma garota inconformada com a falta de liberdade das mulheres na época. Ela é inspirada na autora do livro e foi a personagem interpretada por Winona anteriormente. Agora, o papel está nas mãos de Saoirse Ronan.

Muita gente não sabe, mas em 1933, Jo também foi vivida por ninguém menos do que a icônica Katharine Hepburn – única pessoa a ganhar quatro Oscars como ator/atriz até hoje. Na época, o filme – que recebeu o título de “Quatro Irmãs” no Brasil – faturou o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado, tendo sido a primeira versão da obra de Louisa May Alcott para as telonas.

Com o filme de 2019, a obra já soma quatro versões cinematográficas (incluindo uma adaptada para os tempos modernos, que basicamente ninguém assistiu). Em 2017, “Mulherzinhas” ganhou uma mini-série de três episódios, em que Maya Hawke (a Robin de “Stranger Things”) está no papel de Jo. Em se tratando de teatro, é impossível saber quantas peças foram inspiradas no livro, mas ele já foi interpretado até na Broadway.

E a pergunta que fica é: será que “Mulherzinhas” precisava de mais uma adaptação?

 (Via Leitura/Divulgação)

Há quem diga que essa história não precisava ser recontada mais uma vez, mas com tantos nomes bacanas no elenco e encabeçado por uma das cineasta como Greta, a gente acredita que o filme tem potencial para fazer o público se emocionar mais uma vez.

Além disso, o primeiro trailer está belíssimo. Olha só:

 

☆ Será que seu signo tem a ver com o signo do crush? Entenda o que é e do que fala a sinastria ☆