Como seriam os cartazes de filmes clássicos se eles fossem feitos com emojis?

As releituras foram criadas de maneira bem humorada e contam com os elementos mais queridinhos do momento! <3

Buscando inovar alguns cartazes de filmes importantes para a história do cinema, o Tumblr Emoji Films decidiu recriar essas imagens de maneira bem divertida: através de emojis. O resultado surpreendeu e fez com que o projeto migrasse, inclusive, para o Instagram.

Longas de variadas décadas ganharam a releitura, além da série Twin Peaks, sucesso da década de 1990 que não foi deixada de fora. Entre os clássicos, é possível encontrar nomes como Cantando na Chuva, Psicose, 2001 – Uma Odisseia no Espaço e O Iluminado. Há também filmes mais atuais, mas também aclamados pelo público e pela crítica, como TitanicBeleza Americana, Melancolia, 12 Anos de Escravidão e Boyhood, por exemplo.

Confira os melhores cartazes!

Cantando na Chuva, de Gene Kelly e Stanley Donen (1952)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

Psicose, de Alfred Hitchcock (1960)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

A Doce Vida, de Federico Fellini (1960)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

2001 – Uma Odisseia no Espaço, de Stanley Kubrick (1968)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

O Iluminado, de Stanley Kubrick (1980)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

E.T. – O Extraterrestre, de Steven Spielberg (1982)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

Veludo Azul, de David Lynch (1986)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

Twin Peaks, de David Lynch e Mark Frost (1990)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

Forrest Gump: O Contador de Histórias, de Robert Zemeckis (1994)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

Titanic, de James Cameron (1997)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

Beleza Americana, de Sam Mendes (1999)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

Violência Gratuita, de Michael Haneke (versão de 2007)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

Melancolia, de Lars von Trier (2011)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

Garotas Perigosas, de Harmony Korine (2012)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

12 Anos de Escravidão, de Steve McQueen (2013)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

Azul é a Cor Mais Quente, de Abdellatif Kechiche (2013)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

Boyhood, de Richard Linklater (2014)

Reprodução/Tumblr Emoji Films Reprodução/Tumblr Emoji Films

Reprodução/Tumblr Emoji Films (/)

E aí? Qual o seu preferido? Conta pra gente! 😉