15 curiosidades maravilhosas sobre “O Diabo Veste Prada”

Filme foi rodado rapidinho nos EUA e na França, poderia ter tido um trio bem diferente nos papeis principais e rendeu um casamento

Bastidores da moda, roupas e festas lindíssimas e bastante clima de intriga, decepção, sucesso e fracasso: “O Diabo Veste Prada”, atração desta sexta-feira (20) na Sessão da Tarde da Rede Globo, é um clássico pop. Até Gisele Bündchen está lá!

Estrelado por Anne Hathaway no papel da jornalista iniciante Andy, Meryl Streep como a megera Miranda e Emily Blunt na pele da ambiciosa assistente Emily, o filme foi baseado no livro homônimo escrito por Lauren Weisberger. A história supostamente trata da relação da autora com Anna Wintour, a toda-poderosa do mercado editorial da moda dos EUA – Lauren trabalhou diretamente com ela. Mas, provavelmente para evitar processos, ela sempre diz que é tudo ficção. A gente finge que acredita.

Onze anos depois de seu lançamento, “O Diabo Veste Prada” continua encantando. A gente pode ver mil vezes, e em todas as mil vai adorar! Confira agora 15 curiosidades sobre o filme.

Estúdio queria Rachel McAdams no papel de Andy

E a atriz de “Meninas Malvadas” recusou o convite porque queria dar um tempo de filmes mainstream. Na mesma época, ela também deixou de aceitar papeis em “007 – Cassino Royale” e “Missão: Impossível 3”.

Anne Hathaway, por sua vez, ficou louca pelo papel desde a primeira leitura do script e venceu Claire Danes e Juliette Lewis na disputa pelo contrato.

Miranda poderia ter sido outra atriz

Dá para imaginal Miranda como outra atriz que não Meryl Streep? Difícil! Mas, apesar da coleção de Oscar e todo seu carisma, Meryl Streep não foi a primeira opção do estúdio. Helen Mirren e Kim Basinger foram sondadas antes e não quiseram participar do filme.

Emily Blunt fez teste usando chinelos de dedo

A intérprete de Emily era uma incógnita para os produtores. Mais de 100 atrizes fizeram testes e nenhuma agradava. Até que Emily Blunt, de calça jeans e chinelos de dedo, fez o teste porque perdeu o voo para Londres e precisou ficar algumas horas a mais no estúdio. Amaram tanto que tornaram Emily, a personagem, britânica como Emily, a atriz (no livro, ela é americana).

 

Gisele só não queria aparecer como… Gisele

Gisele Bündchen (à esq.) em cena de “O Diabo Veste Prada” ao lado de Emily Blunt

Gisele Bündchen (à esq.) em cena de “O Diabo Veste Prada” ao lado de Emily Blunt (Divulgação/Divulgação)

Como os produtores não são bobos nem nada, convidaram a maior modelo do mundo, nossa Gisele Bündchen, para uma participação especial. Ela topou, desde que não interpretasse uma modelo. Apareceu como uma funcionária da revista fictícia Runway, amiga de Emily.

Curiosidade da curiosidade: no livro, Gisele é mencionada como uma das celebridades da moda que mandam presentes de Natal para Miranda.

Filha de Meryl Streep fez ponta no filme

Mas a cena acabou cortada na edição final. Mamie Gummer, na época com 23 anos, apareceria como uma funcionária da Starbucks.

Filmagens a jato

Todas as cenas de “O Diabo Veste Prada” foram gravadas em 57 dias em Nova York e Paris. Apenas a título de comparação, o próximo filme da saga X-Men, que está em fase de pós-produção, teve 110 dias de filmagem.

A mãe de Andy é a mãe de Anne

Na foto de família de Andy, que aparece no fundo de algumas cenas, Anne Hathaway está abraçada com sua mãe de verdade, a atriz veterana de teatro Kate McCauley Hathaway. Seu pai, um advogado super sério, não quis essa pontinha, então o ator David Marshall Grant posou com as duas fazendo as vezes de pai de Andy.

Cena deletada tornava Miranda mais humana

Neste ano foi revelada uma cena de um minuto de duração em que quase não dá para reconhecer Miranda. Andy e Emily a estão acompanhando em um evento quando o marido da chefona surge bêbado e tem atitudes constrangedoras. Andy salva a situação e recebe um olhar doce e um “thank you” (obrigada) sussurrado de Miranda.

Veja a cena inteira aqui:

Jornal que contratou Andy existiu de verdade

O “New York Mirror” foi grande e chegou a lançar os primeiros textos do escritor Edgar Allan Poe, mas encerrou suas atividades em 1898. Andy precisaria voltar no tempo para integrar a equipe se fosse na vida real.

Harry Potter disputado

Um dos livros cenográficos usados como o manuscrito de “Harry Potter e as Relíquias da Morte” que Andy consegue para Miranda foi leiloado por US$ 586. O dinheiro foi doado para a ONG Dress for Sucess.

O “diabo” vestiu Prada

Anna Wintour não foi convidada para a premiére do filme, mas foi a uma sessão exclusiva para a imprensa vestindo Prada da cabeça aos pés. Isso que é humor fino!

Meryl Streep mudou o tom de voz de Miranda

No roteiro original de “O Diabo Veste Prada”, Miranda seria gritona, com voz estridente. Meryl achou um pouco grosseiro e preferiu criar para uma chefe que intimida justamente por falar baixo, com um tom de desprezo eterno. Ela contou que se inspirou na voz de Clint Eastwood para chegar ao resultado que vemos na tela.

Valentino quis aparecer no filme

Meryl Streep e Valentino durante as filmagens de “O Diabo Veste Prada”

Meryl Streep e Valentino durante as filmagens de “O Diabo Veste Prada” (Divulgação/Divulgação)

Ao longo do filme, dezenas de estilistas são mencionados, mas só um aparece: Valentino, que inclusive desenhou o vestido preto usado por Miranda no evento em que ele é convidado especial.

Figurinista especializada em high fashion

A responsável pelo figurino de “O Diabo Veste Prada” é Patricia Field, que também foi figurinista da série de TV “Sex and the City”. Ela entende de moda de verdade. Em tempo: Patricia recebeu um orçamento de US$ 100 mil para o filme, mas conseguiu que muitas grifes cedessem peças para as filmagens. O valor real dos figurinos usados no filme ultrapassa US$ 1 milhão.

Filme rendeu casamento na vida real

Como rolou uma amizade real entre atrizes e atores do filme, Emily Blunt convidou todos para seu casamento com John Krasinski, em 2010. Lá, Stanley Tucci (que no filme é o queridíssimo Nigel) conheceu sua futura mulher, Felicity, a irmã mais velha de Emily. Nhoim!

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆