Estas são as maiores comunidades estrangeiras de São Paulo

A verdade é que Sampa é uma grande mistura de diferentes países!

A Prefeitura de São Paulo divulgou hoje (04) um estudo interessante sobre as populações dos imigrantes que moram na capital paulista. Os dados foram reunidos pelo Observatório de Turismo e Eventos da Cidade de São Paulo, comprovando que não só SP é destino de milhões de turistas o ano todo, mas também a escolha de moradia de muitos estrangeiros.

Provavelmente você já ouviu que a maior comunidade nipônica fora do Japão fica por aqui – e é bem verdade. No entanto, são os portugueses os maiores ~gringos~ morando na capital: mais de 100 mil fazem parte do cotidiano paulistano. Em 2º lugar os bolivianos (com mais de 50 mil), 3º os japoneses, 4º italianos e em 5º lugar os espanhóis.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

Além disso, a maioria dos turistas que vêm para SP são da Argentina, Estados Unidos, Chile, Alemanha e França. E curiosamente existem pessoas que são da Alemanha Oriental: as nascidas antes de 1989, que foi quando a divisão do país terminou, durante a Guerra Fria. Aqui é tudo junto e misturado, não é?