Foo Fighters responde a protestos homofóbicos com bom humor

A banda aproveitou a manifestação dos membros da Westboro Baptist Church antes de seu show para ensinar uma divertida lição

Quando você é alvo de repúdio e ódio de manifestantes radicalistas e é uma das maiores bandas de rock da atualidade, qual a melhor maneira de responder aos insultos?

Dave Grohl (vocalista), Pat Smear (guitarrista), Nate Mendel (baixista) e Taylor Hawkins (baterista), do grupo americano Foo Fighters, resolveram fazer piada com as ofensas dos membros da Westboro Baptist Church, igreja famosa por seus discursos de ódio e protestos polêmicos. Em cima de uma picape, os integrantes tocaram a famosa música “Never Gonna Give You Up“, de Rick Astley, famosa nos anos 1990, que dá o nome a pegadinha Rickyroll. A brincadeira é mandar links “interessantes” para seus amigos e redirecioná-los para o fatídico clipe. Esse é um jeito de ironizar a “relevância” de certos assuntos com uma música brega/romântica/clássica.

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

E essa não é a primeira vez que a banda sofre represália por parte da Westboro: em 2011 o então fundador da igreja, Fred Phelps, escreveu que “O Foo Fighters tem uma plataforma e deveria estar usando-a para encorajar a obediência a Deus. Em vez disso, eles ensinam a todos que o s escutam tudo que é contrário a Ele: fornicação, adultério, idolatria, homossexualidade”. O grupo iria se apresentar no Sprint Center, que fica na cidade de Kansas, nos Estados Unidos, também local da controversa igreja. Na primeira vez que fizeram o Rickyroll, os músicos cantaram “Keep It Clean“, que fala sobre o amor gay; na segunda, eles preferiram usar a canção original e convidar um moço musculoso em uma sunguinha bem colorida para ajudar na zoeira.

A Westboro Baptist Church é uma igreja fundamentalista batista independente, conhecida como a “igreja do ódio” por pregar ideias como “Deus odeia bichas (sic)”, “Deus odeia pecadores orgulhosos” e “Sem leis especiais para bichas (sic)”, como aparecem nos cartazes do vídeo. Além disso, os membros também aproveitam ocasiões como funerais de grandes nomes do rock para proferir que não se aceite a homossexualidade, o divórcio, a banda Charlie Daniels Band, o apresentador Jay Leno e quem mais estiver no caminho – basta contrariar qualquer um dos “ideais” da WBC e você já está na lista negra.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s