Música de Lady Gaga no Oscar é trilha de documentário sobre violência sexual

"'Til It Happens to You" é tema do documentário “The Hunting Ground”, que aborda a violência sexual nas universidades.

Em setembro Lady Gaga nos emocionou MUITO com a letra e o clipe de “Til It Happens to You”, que trata de um assunto urgente: a violência sexual dentro das universidades. De cara o vídeo já avisa que cenas fortes estão por vir e ao final vem a informação revoltante: 1 em cada 5 garotas será vítima de abuso dentro das faculdades americanas, a menos que algo seja feito a respeito.

A canção foi escrita por Gaga e Diane Warren para o documentário “The Hunting Ground”, que denuncia a falta de seriedade com que crimes sexuais são tratados dentro das universidades. Segundo o filme, as instituições de ensino negam-se a enfrentar o assunto por medo de terem sua reputação manchada. E os crimes são varridos para baixo do tapete.

O filme reúne depoimentos de especialistas e de vítimas, além de números alarmantes sobre o problema. Algumas garotas declaram que inclusive foram ameaçadas pelas universidades por terem dado queixa à polícia.

Infelizmente o documentário passou longe de ser indicado ao Oscar, mas o sucesso de “Till It Happens to You” está fazendo com que o filme – e o problema que ele traz à tona – seja conhecido. A música também concorreu ao Grammy de Melhor Canção Composta Para Mídia Visual.

Como ocorre em todas as cerimônias do Oscar, certamente Lady Gaga irá apresentar a canção no palco e a gente já prevê esse como um dos momentos mais emocionantes do próximo dia 28 de fevereiro! Meses atrás, a cantora resolveu falar abertamente sobre o estupro que ela sofreu na adolescência e declarou: “O que eu espero com a música e com o documentário é que nós possamos ajudar as pessoas a se sentirem amadas depois do que aconteceu”.

Kevin Winter/Getty Images Kevin Winter/Getty Images

Kevin Winter/Getty Images (/)

Toda a atenção é válida para esse problema revoltante, que não se limita só aos Estados Unidos. Uma recente pesquisa realizada pelo Instituto Avon e Data Popular revelou o quanto a violência contra a mulher está presente também nas faculdades brasileiras. O estudo ouviu 1.823 universitários (mulheres e homens) e revelou que 56% das entrevistadas afirmaram já ter sofrido assédio sexual no campus onde estudam. Dentre os homens, 38% admitiu já ter cometido algum tipo de violência contra mulher (desde cantadas ofensivas até estupro). E mais: 27% dos universitários acredita que abusar de uma mulher bêbada não é violência.

Sim, você leu certo: 27% dos homens brasileiros com acesso ao ensino superior acredita que está tudo certo em forçar uma mulher a transar, caso ela tenha bebido além da conta. Um em cada quatro. Ainda restam dúvidas sobre o quanto esse assunto é urgente? Nas universidades, no trabalho, no transporte público, dentro de casa… Não vamos parar de falar a respeito, não vamos parar de fazer escândalo. Porque precisa mudar e já passou da hora!

 

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆