Netflix é processada em 25 milhões de dólares por causa de ‘Black Mirror’

Chooseco é dona da série de livros 'Choose Your Own Adventure' e alega violação da marca e possíveis danos morais pela plataforma de streaming.

A editora Chooseco, responsável por uma série de livros infantis chamada ‘Choose Your Own Adventure’ (Escolha Sua Própria Aventura, em tradução), está processando a Netflix devido ao filme interativo de ‘Black Mirror: ‘Bandersnatch’.

A ação movida pela editora acusa a Netflix de violação da marca ‘Choose Your Own Adventure’, pois a série de livros foi citada em ‘Black Mirror: ‘Bandersnatch’ sem a autorização da Chooseco. Isso teria associado a marca – que é voltada ao público infantil – ao conteúdo do filme, que inclui violência, morte e consumo de drogas.

“Recebemos uma quantidade sem precedentes de contatos de pessoas que acreditavam que estávamos associados com a criação deste filme, incluindo pais que estavam preocupados que estivéssemos alinhando a marca CYOA (Choose Your Own Adventure) que eles conheciam e amavam com o conteúdo que os surpreendeu e ofendeu”, afirma a co-fundadora da editora, Shannon Gilligan, para a NBC.

 (Black Mirror: Bandersnatch/Netflix)

Precedentes

A acusante relata que a 20th Century Fox possui um contrato com a Chooseco desde 2016 para desenvolver uma série interativa baseada em seus livros e que a Netflix tentou uma licença dos direitos, porém sem sucesso, como noticiam o Buzzfeed News e o The Hollywood Reporter.

A editora ainda afirma que isso poderá causar danos significativos e influenciar nas vendas e em contratos futuros. Por isso, a Chooseco pede pelo menos 25 milhões de dólares. A Netflix não se posicionou ao assunto por enquanto.

Bandersnatch’ é um filme interativo da série distópica ‘Black Mirror’ em que o público tem o poder de escolher as ações e influenciar no destino do personagem. Desde que foi lançado, o episódio se tornou assunto na internet e teve repercussão até em memes.